É trazer em si a experiência do amor ciumento de Deus, que nos deseja só para Si. É desejar responder a esse amor, sendo-lhe fiel até o fim.

Fiel no pouco, no pequeno, no grande e no escondido, em todas as circunstâncias.

É ser filho, pequeno e dependente.

O coração Pantokrator é feliz e apaixonado, porque sabe encontrar Seu Amado dentro de si, sabe que o céu acontece dentro de seu coração. Sabe encontrar em seu nada Aquele que É.

É viver sob Seu olhar, sabendo que, mesmo quando não conseguimos cumprir com perfeição nossos propósitos, Deus é fiel por nós.

É amar em todas as circunstâncias. Amar a família, amigos, irmãos; amar o trabalho como lugar de encontro com Deus; amar os que Ele coloca em nosso caminho. Amar a cruz, buscando viver o sofrimento à luz de Cristo.

O coração Pantokrator traz em si o imenso desejo de consolar o coração de Deus diante das infidelidades do mundo. É um coração que arde pelo zelo das coisas de Deus.

Carrega dentro do coração essa marca, essa ferida de amor incurável.

Deseja que o mundo experimente esse amor irresistível que preenche e dá sentido à sua existência.  Por isso é incansável na luta pela salvação das almas.

Tomado desse desejo, sai a semear, deixando pelo mundo um rastro de eternidade, o sabor da verdadeira vida, a alegria dos que creem…

Ser Pantokrator é ter uma alma missionária. É não perder tempo, proclamando ao mundo que Cristo vive! Que Ele vive e É Rei!  E que com Ele reinamos, e com Ele Vencemos!

Vencemos o mal, vencemos o egoísmo, o orgulho, a soberba, o hedonismo. Vencemos o mal no mundo e em nós com o bem, com a verdade e como amor.

Reinamos sobre toda a realidade humana, vivendo na liberdade e na pureza tudo o que um dia por Ele no amor nos foi dado, resgatando o plano original de Deus para toda a criação.

É ser feliz por ser de Deus, é gritar que vale a pena pertencer inteiramente a Deus. E que com Ele o homem não perde nada, ao contrário, ganha tudo. Ganha O TUDO.

Ser Pantokrator é lutar com todas as forças para ser incondicionalmente de Deus, custe o que custar.

E nessa luta constante, diária, submete seus dons e fraquezas e deixa-se transformar e modelar inteiramente pelo Cristo Pantokrator.

Ser Pantokrator é ser assim, é viver assim…

A Vocação por João Paulo II

A resposta à vocação é sempre um sim cheio de fé

Muitas vezes é necessária uma grande coragem para ir contra a corrente da moda ou da mentalidade deste mundo.

Mas, repito, este é o único caminho para edificar uma vida plena e realizada.

E, se apesar do vosso esforço pessoal por seguir a Cristo, alguma vez vos sentirdes débeis no cumprimento dos seus mandamentos, não desanimeis.

Cristo continua a vos esperar.

Ele, Jesus, é o bom pastor que te carrega sobre os Seus ombros como a ovelha perdida e te carrega nos ombros para que te cure.

O jovem do evangelho acrescenta: “Que me falta ainda?”

Aquele coração jovem, movido pela graça de Deus, sente desejos de maior generosidade, de maior entrega, de mais amor.

Um mais que é muito próprio dos novos.

Porque um coração enamorado não calcula, não regateia, quer dar-se sem medida.

Àqueles que entraram pela senda da vida no cumprimento dos mandamentos o Senhor propõe-lhes novos horizontes.

Ele lhes propõe metas mais elevadas e os chama a entregarem-se a esse amor sem reservas.

Descobrir esse chamado, essa vocação, é reparar que Cristo tem os olhos postos em ti.

E te convida, com o olhar, à entrega total no amor.

Perante este olhar, perante este amor, o coração abre-se de par em par e é capaz de lhe dizer que sim.

Se algum de vós sentir um chamado para O seguir mais de perto, para Lhe dedicar o coração por inteiro como os apóstolos João e Paulo, que seja generoso.

Não tenha medo, porque nada há que temer quando o prêmio que nos espera é o próprio Deus que, por vezes sem o saber, todo o jovem procura.

Não tenhais medo quando o amor for exigente e pedir sacrifício.

E vós, jovens meus amigos, cultivai o ideal, amai a vida e dai-lhe uma finalidade nobre.

Aparecida Oliveira
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.