Home Artigos Pantokrator Toda ação tem uma reação na vida espiritual

Toda ação tem uma reação na vida espiritual

-

Toda ação tem uma reação, segundo a terceira lei de Newton. Toda ação corresponde a uma reação de igual intensidade, mas que atua no sentido oposto. A força é resultado da interação entre os corpos: um corpo produz a força e outro corpo a recebe. É uma lei natural que exerce também seus efeitos na vida espiritual.

Santa Teresinha do Menino Jesus nos ensina que nos menores gestos, como pegar um alfinete no chão por amor a Deus, você salva almas. A intenção do coração, essa força interior chamada amor e manifestada nos menores até nos gestos magnânimos do martírio, podem levar muitas almas para o Senhor. Não temos noção, nem ideia dos frutos de amor que nossos atos podem gerar!

É fantástico pensar que uma pessoa que nunca saiu do local em que vivia, sua cidade, Lisieux e depois o Carmelo, também em Lisieux, tenha sido declarada padroeira das missões e dos missionários justamente por ter evangelizado e levado tantas almas para Deus, quando estava muito longe de existir internet e redes sociais.

A intensidade com que o coração de Santa Teresinha soube amar a Deus e se entregar à Sua vontade, viver a santidade foi a ação que teve como reação atrair muitas almas para Jesus.

Nossas ações repercutem no mundo de alguma maneira e provoca uma reação, assim como, o mundo também em nós tem repercussão.

Como então fazer como nos ensina a oração de São Francisco: “Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa que eu leve o perdão; Onde houver discórdia que eu leve a união”? Como uma ação negativa que deveria provocar uma reação esvaziada de amor, também negativa, pode ter uma reação positiva, cheia de amor?

São as virtudes, verdadeiros “músculos do espírito”, que nos ajudarão a praticar o amor a Deus como reação de toda e qualquer ação. Bem como, praticar as ações de amor –  ações que partem da nossa humanidade enxertada em Deus –.

Virtude é a qualidade do que se conforma com o considerado correto e desejável, estar em conformidade com o bem, com a excelência moral ou de conduta.

Como seres tão imperfeitos e cheios de misérias como nós, podem agir com virtude?

A virtude que abre os tesouros da graça, o início de todas as outras virtudes é a humildade. Essa virtude atrai a Deus, fonte de todo bem e toda a graça, e nos insere no caminho de santidade. Só quem se sabe pequeno e miserável é capaz de reconhecer que sozinho não consegue praticar o bem. Sabe que todo bem que pratica vem de Deus e não de si mesmo. Santo Tomás em sua Suma teológica declara: “O homem não pode fazer qualquer ação meritória sem o auxílio divino.”

A virtude para se tornar um hábito deve ser praticada. No começo pode ser difícil, até parecer impossível, porém aos poucos, com persistência, fé e oração começará a dar frutos. Os sacramentos da confissão e comunhão são as vitaminas para o músculo da virtude crescer.

Pare de contar com sua humanidade para dar uma resposta de amor. Para agir ou reagir com amor, recorra a graça de Deus. Parece bem simples, mas na vida cotidiana sabemos que não é assim, no entanto, sabemos também que é possível e a vida dos santos são testemunhos desse amor encarnado.

Thais Casarini
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Thais Casarini
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×