Você sabe lidar com a solidão?

3

Solidão é uma palavra que costuma amedrontar. Muitos a temem por considerá-la sinônimo apenas de uma vivência solitária, triste, aflita e até mesmo de depressão. Outros conseguem encarar tais momentos como oportunidades para seu amadurecimento pessoal e crescimento espiritual. Sendo ela inerente à vida humana, é interessante aprendermos a lidar com a solidão e descobrir os benefícios que ela pode trazer à nossa vida.

Solidão – lugar de encontro consigo

Seja jovem ou idoso (a), homem ou mulher, solteiro (a), casado (a) ou viúvo (a); a solidão faz parte da vida de qualquer pessoa. Muitas vezes, é ela que nos ajuda a desligar-nos da agitação do cotidiano para focarmo-nos em qualquer situação que exija concentração e reflexão, como por exemplo, quando precisamos tomar uma decisão, realizar uma tarefa importante ou organizar nossas ideias.

Se soubermos fazer um bom uso da solidão, podemos torná-la nossa amiga. Os momentos solitários costumam ser muito úteis para o autoconhecimento. Você descobrirá uma grande companhia em si mesmo se aprender a valorizar seus momentos a sós. Converse consigo, leia um bom livro, faça uma caminhada ou algo que lhe agrade – curta-se e ame-se!

solidão

Solidão – lugar de encontro com Deus

É o próprio Jesus Cristo quem nos ensina que a solidão é uma oportunidade privilegiada para o encontro com Deus. Em várias passagens do Evangelho, Ele Se afasta das pessoas ao Seu redor a fim de colocar-Se em oração (Cf. Mc 1,35).

Muitos santos seguiram essa prática de Cristo, como por exemplo, Santa Teresa de Jesus, Mestra de Oração do Carmelo Descalço e da Comunidade Católica Pantokrator. “[…] Sua Majestade ensina que a oração seja feita na solidão. Ele fazia assim sempre que orava, e não por necessidade Sua, mas para nos ensinar. […] De nossa parte, o que podemos fazer é procurar ficar a sós […] para que entendamos com quem estamos e a resposta que o Senhor dá aos nossos pedidos. Pensais que Ele está calado? Mesmo que não o ouçamos, Ele nos fala ao coração quando de coração lhe pedimos” – são manuscritos de sua obra “Caminho de Perfeição”, ao falar sobre quietude, recolhimento, silêncio e solidão.

Que a graça renovadora do Espírito Santo venha sobre nós e dê um novo sentido à solidão, transformando-a em lugar de fecundo encontro com Deus e de verdadeira alegria

Santa Teresa de Jesus, rogai por nós!

Adriane Luz 
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator 

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.