Castidade…

0

Missão impossível?

A castidade não é uma missão impossível, é algo MUITO POSSÍVEL, apesar da pressão que possam fazer sobre você.

Com certeza, muitos jovens já foram convidados na escola ou por algum amigo para ver pornografia. Perguntam: “Você não se masturba? Por que não?”, “Você é gay?”, “Tem medo?”, “Não deixam na tua casa?”, “Não é livre?”, “Com certeza, você é um beato”…

Uma vez, na escola, um companheiro levou pornografia e começou a mostrá-las na sala de aula, fazendo-se passar pelo mais homem, pelo mais livre, pelo mais moderno e atrevido. Muitos gostavam e se notava que estavam acostumados a ver, outros olhavam e era claro que alguns faziam isso mesmo quando não queriam, mas se sentiam pressionados e não queriam que zombassem deles.

Um companheiro rejeitou vê-la e criticou ao que a levava e como isso recebeu a zombaria e o desprezo de muitos. “Não me diga que não deixam você ver na sua casa?”, “É pecado”, “Fique livre de uma vez por todas, não tenha medo”.

Ele então respondeu: “Você acha que eu não sou livre? Vamos ver se você poderia deixar de se masturbar!!!” Nesse momento, terminou a discussão, pois ficou claro que aquele que trazia pornografia era o que estava escravizado pelo vício e que não podia controlar-se.

Perceba você também quem é o ESCRAVO, aquele que decide o que deve ou não ver, ou o outro, que já não pode se controlar. Se você estiver convencido disso, não sentirá vergonha de seus princípios e de suas decisões.

“LEMBRE-SE QUE A PESSOA LIVRE É AQUELA QUE TEM O DOMÍNIO DE SI”

Meu amigo, nesta ocasião, pode resistir e ter domínio, mas se você for daqueles que dizem que não pode evitar fazer tal coisa, quando seus amigos insistem muito, quero lembrar o que diz São Paulo:

Não vos sobreveio tentação alguma que ultrapassasse as forças humanas. Deus é fiel: não permitirá que sejais tentados além das vossas forças, mas com a tentação ele vos dará os meios de suportá-la e sairdes dela” (1 Co 10, 13).

E se você for aquele que leva a revista pornográfica, pense um pouco: “O que eu estou ganhando com isso?”. Quero lhe dizer que há um caminho muito melhor e que vai fazer você plenamente feliz. Sabe de uma coisa: você não precisa de sexo, você precisa de amor, por isso o que deve fazer é:

• Fortalecer sua vontade.
• Amar-se e procurar o melhor para você.
• Amar ao próximo como a si mesmo.
• Aproximar-se de Jesus; não tenha medo, lembre-se que Ele o espera, com os braços abertos, no Sacramento da Reconciliação, para dizer que o ama e que quer o melhor para você.

Mas agora, talvez, você se pergunte por que Deus permitiu que você fizesse coisas que não estavam nos planos Dele, e quem sabe por que você caiu em tentação. Bem, não se preocupe, se você passou por isso, talvez hoje Jesus queira dizer a mesma coisa que Ele disse a Pedro, em uma ocasião:

Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos” (Lc 22, 31-32).

Assim que, talvez, o que Deus queira seja que depois você vá e compartilhe com os outros a alegria de ter encontrado a Salvação. Se for assim, compartilhe! Vá e confirme seus irmãos!
José Antonio Ortega

24/08/2010
Fonte: www.almas.com.mx

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.