Dom João Bras de Aviz o novo cardeal brasileiro

0

Na manhã desta sexta-feira, o Papa anunciou que no próximo dia 18 de fevereiro realizará um Consistório em que criará 22 novos membros para o Colégio Cardinalício.

Os cardeais – explicou o Pontífice antes de rezar a oração do Angelus com os fiéis – têm como dever ajudar o Sucessor do Apóstolo Pedro no desenvolvimento de seu Ministério de confirmar os fiéis na fé e ser princípio e fundamento da unidade e da comunhão na Igreja.

Entre os nomeados, está Dom João Braz de Aviz, que desde 4 de janeiro de 2011 é o Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada. O arcebispo, que durante muito tempo esteve à frente da arquidiocese de Brasília, foi o único brasileiro e latino-americano escolhido pelo Papa desta vez.

A partir de fevereiro Dom João passará a integrar o grupo de cardeais brasileiros, composto hoje por Dom Eugênio Sales, Dom Paulo Evaristo Arns, Dom José Falcão, Dom Serafim Fernandes Araújo, Dom Claudio Hummes, Dom Geraldo Majella Agnelo, Dom Eusébio Sheid, Dom Odilo Pedro Sherer e Dom Raymundo Damasceno Assis.

Em 1994, João Paulo II nomeou Dom João Braz, bispo auxiliar da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo, onde, desde então, adotou o lema episcopal: Todos sejam um (Jo 17,21). Depois, ele foi bispo de Ponta Grossa, Paraná; arcebispo de Arquidiocese de Maringá, também no Paraná, e por fim, arcebispo de Brasília, cargo que ocupou de 2004 até o fim de 2010.

Além de Dom João, serão também cardeais: Dom FERNANDO FILONI, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos; Dom MANUEL MONTEIRO DE CASTRO, Penitenciário-Mór; Dom SANTOS ABRIL Y CASTELLÓ, Arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maior; Dom ANTONIO MARIA VEGLIÒ, Presidente do Pontifício Conselho da Pastoral para Migrantes e Itinerantes;Dom GIUSEPPE BERTELLO, Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e Presidente do Governo do mesmo Estado; Dom FRANCESCO COCCOPALMERIO, Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos; Dom EDWIN FREDERIK O’BRIEN, Pró-Grão Mestre da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém; Dom DOMENICO CALCAGNO, Presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica; GIUSEPPE VERSALDI, Presidente da Prefeitura dos Assuntos Econômicos da Santa Sé; Sua Beatitude GEORGE ALENCHERRY, Arcebispo-mór de Ernakulam Angamaly dos Sírios-malabarenses (Índia); Dom THOMAS CHRISTOPHER COLLINS, Arcebispo de Toronto (Canadá); Dom DOMINIK DUKA, Arcebispo de Praga (República Checa); Dom WILLEM JACOBUS EIJK, Arcebispo de Utrecht (Países Baixos); Dom GIUSEPPE BETORI, Arcebispo de Florença (Itália); Dom TIMOTHY MICHAEL DOLAN, Arcebispo de Nova Iorque; Dom RAINER MARIA WOELKI, Arcebispo de Berlim (República Federal da Alemanha); Dom JOHN TONG HON, Bispo de Hong Kong (República Popular Chinesa).

O Papa também decidiu elevar à dignidade cardinalícia outros 4 eclesiásticos que se distinguiram por seu compromisso a serviço da Igreja: Sua Beatitude LUCIAN MUREŞAN, Mons. JULIEN RIES, Pe. PROSPER GRECH e Pe. KARL BECKER, S.I.

Os novos cardeais provêm de diversas partes do mundo e realizam vários ministérios a serviço da Santa Sé ou em contato direto com os fiéis.

Radio Vaticano

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

dezoito − dez =