A palavra consagrar significa tornar sagrado. Portanto, no sentido religioso, consagrar é fazer algo sagrado com Deus.
Aquele que é consagrado passa a ser separado do mundo para Deus. O sentido teológico de consagrar é o mesmo de sacrificar, entregar ou ofertar algo a Deus e ao seu exclusivo serviço. É converter esse algo em pertença e propriedade de Deus.
Todos os batizados são consagrados pelo batismo, mas na vida da Igreja existe ainda a consagração religiosa. Por ela, os batizados com essa vocação específica são chamados a viver o seu batismo de forma radical, indo até as suas últimas consequências e fazendo frutificar todos os dinamismos nele contidos, impulsionado pelo desejo de amar a Deus com todas as forças, de todo coração e com toda alma, ou seja, amar a Deus com todo seu ser na unidade do homem inteiro.
São consagrados as freiras, monges, religiosos de maneira geral, assim como os consagrados das formas novas de vida consagrada, constituídas pelos movimentos e comunidades novas, como a Comunidade Pantokrator.
O consagrado deve viver a radicalidade evangélica de maneira permanente. Põe-se num estado de radicalidade e renúncia constante, não somente do pecado e dos valores de mundo, mas também a valores positivos, como a convivência familiar, o usufruir dos bens, do descanso, do lazer, a liberdade de decidir a própria vida e etc com o objetivo de dedicar-se inteiramente ao Reino de Deus.
A consagração é um total abandono em Deus, onde entregamos a Ele todo o nosso amor e a nossa liberdade. Sacrificar ou consagrar a Deus a nossa liberdade e o nosso amor, longe de ser uma negação, é uma verdadeira afirmação destes valores humanos. Deixar-se possuir por Deus é a verdadeira forma de ser livre.
Tânia Kapor Botelho de Andrade
Consagrada na Comunidade Católica Pantokrator há 20 anos

“Viver a Consagração de Vida me traz uma profunda realização porque entendo, e experimento em todas as áreas da minha vida, que é dessa maneira que o Senhor escolheu para se relacionar comigo. Ter feito o compromisso de viver a castidade, a pobreza e a obediência como Cristo viveu, me faz livre e profundamente amada por Deus. Esses compromissos selaram em mim a certeza de que entreguei minha vida e meu coração para Aquele que me conhece, que me ama e que me criou. Portanto, não há o que temer, posso descansar segura em Suas mãos. Uma experiência forte que fiz às vésperas de minha consagração foi de ter sido tomada de um grande medo de não dar conta de assumir para o resto da minha vida uma decisão tão séria. Foi então que entendi, pela graça de Deus, de que estava entregando a minha vida para Alguém que não muda de ideia sobre mim, que não volta atrás – mesmo quando eu esmorecer, Ele continuará fiel ao compromisso que fez comigo no dia de minha consagração. Diante dessa certeza, posso dizer que sou muito feliz por ter um coração que não mais me pertence, mas sim a Deus e isso é PARA SEMPRE.
Marlene Freitas, consagrada na Comunidade Pantokrator há 1 ano

“Ser consagrado a Deus responde ao desejo e necessidade do meu coração de ser inteiro para Deus. É o caminho que Ele mesmo sonhou para mim onde estão reservadas para mim as alegrias e realizações próprias desta pertença a Deus. Ser consagrado a Deus significa para mim ser dEle e estar disponível para atender às necessidades da Igreja. O coração do consagrado deseja em tudo agradar a Deus e por Ele dar de si aos que precisam. Como consagrado experimento a alegria do encontro do desejo do meu coração com o desejo do coração de Deus de ser somente dEle, saber que Ele pensou em mim e me escolheu para cuidar daquilo que é Seu.”
Mário Gonzalez, consagrado na Comunidade Pantokrator há 1 ano

“Agradeço a Deus por ter me escolhido a consagrar minha vida a Ele, por ter dado este carisma de fidelidade e tantos irmãos com quem dividir esta graça e alegria. Louvo a Deus porque esta vocação me faz muito feliz.”
Sandra Borges, consagrada na Comunidade Pantokrator há 10 anos

“Sou filho de Deus,irmão, esposo, pai e consagrado, a minha consagração não faz de mim uma pessoa melhor do que as outras, ela me põe no lugar onde fui feito para estar, pois com a minha humanidade limitada, necessitada e fraca não seria capaz. O Senhor Onipotente teve misericórdia de mim e me escolheu para Si. Esse amor me consome e só posso dizer: Aqui estou, livremente e com firme vontade!
Luiz Moreira Jr, consagrado na Comunidade Pantokrator há 5 anos

“Na Minha vida, a consagração de vida veio me dar VIDA. Posso resumir em três palavras: Renúncia, conversão e realização. Pois, tinha sim uma vida feliz, fazia o que gostava, mesmo em meio aos meus pecados e transgressões, tinha uma vida como qualquer adolescente/jovem. Mas aquele “Vinde e Vede” realmente transformou minha vida. Renunciar foi o 1º passo. Renunciar o que me afastava de Deus, em determinado momento até mesmo a minha vida profissional, meus planos afetivos para viver o que Ele me apresentava. Pude experimentar (e até hoje revivo essa experiência) um Amor acima de qualquer outro que já havia experimentado. Esse amor me encanta e em resposta, a consagração de vida me lançou num profundo processo de conversão. Mudar meu jeito e descobrir qual era o verdadeiro Leonardo. Quem ele sonhou, e não mais viver quem o Mundo deformou ou quem eu mesmo idealizei (serie isso, serei aquilo, etc.) Nesse processo de conversão entendo os discípulos Pedro, Tiago e João que devem ter se cansado muito para subir o Tabor, mas ao contemplar a glória da transfiguração, o cansaço ficou para trás… Daí encontro minha realização: por viver o que meu coração sempre sonhou! Realização não “apenas” por fazer as coisas de Deus, mas de poder responder com alegria e determinação a Esse Amor que me amou por primeiro. Posso dizer que sou muito feliz sendo um consagrado, pois sim, “o Poderoso realizou maravilhas”. (Lc 1,49)”.
Leonardo Pataro, consagrado na Comunidade Pantokrator há 1 ano

“Sou imensamente feliz pela escolha de Deus na minha vida! Sou feliz porque pela Sua graça sou convocada a cada dia “escolher a melhor parte”! Todo louvor e gratidão a esse Deus misericordioso e fiel!”
Lília Gonçalves, consagrada na Comunidade Pantokrator há 10 anos

“É muito bom poder responder com a minha vida ao Amor de Deus! É sempre nisso que penso diante do meu chamado à vida consagrada. Sob o impulso do Espírito Santo, vivo buscando ordenar tudo o que tenho e o que sou para Deus, e assim encontro o sentido mais profundo da minha vocação e missão.”
Viviane Cardoso, consagrada na Comunidade Pantokrator há 8 anos

“Aceitar o convite do Senhor de habitar ‘com o Sagrado’ foi – e continuamente é – a melhor decisão que já fiz! Sou plenamente feliz e experimento a radicalidade do amor de Cristo em todas as dimensões da minha vida! Isso não exclui os sacrifícios, ao contrário! Em cada oferta de sacrifício, quando vivida com amor, sinto meu coração sendo gerado por algo muito maior que meus desejos, sonhos, amores, planos… sinto meu coração sendo gerado para a Eternidade!!!! ‘Onde estaria eu, se não fosse o Teu amor, Senhor?! Como seria feliz se não fizesse o que me manda meu Senhor: tornar-me um Consagrado por Amor!”
Tatiana Silva, consagrada na Comunidade Pantokrator há 3 anos

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.