Informativo “O Pantokrator” – Edição 11

0

Caro leitor,

Quando falamos do Natal, do nascimento de Cristo em Belém, lembramo-nos daquela noite, dos anjos, dos pastores, dos cânticos, da estrela, da gruta, dos animais, dos reis magos, de Herodes, de São José e da Virgem Maria e, em especial, do centro da cena: Jesus, o Filho de Deus que Se fez carne, que Se fez homem para habitar entre nós, o Emanuel. No Menino Jesus, Deus Se fez dependente, necessitado do amor de pessoas humanas, reduzido à condição de pedir o seu amor, o nosso amor.

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DO INFORMATIVO!

Quem deseja entrar no mistério do nascimento de Jesus deve inclinar-se. Nisso se encerra uma verdade mais profunda, pela qual devemos nos deixar tocar nesse tempo santo: os três reis magos vieram de longe e, do alto de suas riquezas, poder e sabedoria, inclinaram-se diante daquela manjedoura para adorar o Menino Jesus em sua fragilidade e dependência. Se quisermos encontrar Deus manifestado como menino, então devemos descer de nossa razão “iluminada”; devemos depor as sandálias de nossas falsas certezas; devemos despir-nos da nossa soberba intelectual, que nos impede de perceber a proximidade de Deus e o significado dessa proximidade. É preciso inclinar-se para poder entrar pela porta da Fé e encontrar o Deus que Se esconde na humildade de um menino acabado de nascer, o Deus que Se revela em Sua ternura e fragilidade, em sua pequenez e simplicidade desconcertantes.

ABAIXO VOCÊ PODE LER ON LINE O INFORMATIVO O PANTOKRATOR

 

 

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

dezoito + quatro =