Informativo “O Pantokrator” – Edição 48

0

No dia 01 celebramos a solenidade de Maria, Mãe de Deus. A maternidade divina de Nossa Senhora foi proclamada como dogma no ano de 431, no Concílio de Éfeso. As razões da proclamação do dogma giram em torno da divindade de Cristo, pois sendo Ele verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, Maria não seria apenas mãe do Cristo homem, mas de toda unidade do seu ser, portanto nEle, Mãe de Deus.

informativo48

Maria é aquela que gerou em seu ventre, para nós, a Salvação! Diante da economia da salvação, Deus envia Seu Filho pra se encarnar no ventre da Virgem Maria e recuperar para nós a possibilidade do céu, para tirar-nos dos grilhões da escravidão do pecado e nos reestabelecer a paz interior.

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DO INFORMATIVO!

Diante de cada dor, de cada sofrimento, de cada angustia pelo calvário de seu filho, Maria manteve a paz em sua interioridade, pois tinha diante de si o próprio Cristo, o Redentor, a promessa de Deus para o seu povo. A Fé de Maria na bondade de Deus foi tão grande que a fez suportar todo o sofrimento de seu filho diante da cruz e com Ele permanecer até o último instante. Essa é a Fé que ela nos ensina e que nos dá a esperança de que o sangue de Cristo derramado na cruz e a água que jorra de Seu peito aberto, nos mergulham em um mar de Misericórdia onde somos lavados, curados, purificado e impelidos a responder com fidelidade a esse Amor Ciumento que nos devora a cada instante.

Dia 01 de janeiro é também considerado Dia Mundial da Paz e é muito justo que a Paz seja celebrada na solenidade de Maria, Mãe de Deus, aquela que nos trouxe a Paz, aquela que nos ensina a viver as nossas lutas diárias mantendo a paz interior pela confiança na bondade e misericórdia divina, aquela que nos ensina a reconhecer o nosso nada para que Deus possa ser o Tudo em nós.

Que assim como Maria, que pela Fé se fez portadora da Paz no mundo, nós sejamos também portadores da Paz por também termos a presença de Cristo em nossas vidas, no Santíssimo Sacramento, na comunhão de cada dia, em nossas orações e em nosso ser pela habitação divina e assim podermos levar Cristo ao mundo, com coragem, fidelidade, verdade e misericórdia. “O Senhor te abençoe e te guarde!

O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti! O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!” (Números 6,24-26)

Andréia Souza
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

ABAIXO VOCÊ PODE LER ON LINE O INFORMATIVO O PANTOKRATOR

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

15 + 10 =