A dinâmica de viver dos “likes” ao “amém”

0

Viver neste mundo da comunicação me faz viajar todos os dias dos likes ao amém, ou talvez do amém aos likes. Ao me levantar logo sou inserida numa dinâmica relacional, onde o conteúdo gerado não tem tantos caracteres, o silêncio é mantido e guardado para o encontro com Aquele que é a alegria do meu coração. Na vida comunitária, um convite a sair de si e um encontro com o outro, um outro que tem um conteúdo diferente, mas que segue pela mesma rede: a santidade.

No apostolado, é tudo novo, agora entro em um mundo virtual, porém real, as oportunidades de evangelização são inúmeras, os likes se tornam recursos para o anúncio da verdade, o conteúdo gerado tem um rosto e um nome. A cada dia tenho a impressão de descobrir uma nova terra, onde existem muitos que resistem ou desconhecem o Amor. O vazio e a falta de sentido de vida se esconde atrás dos likes “do que vale a vida se não me curtiram?”. O perigo de um mundo habitável sem Deus. Um mundo em crise…

No coração arde o desejo de entrar neste mundo e correr todos os riscos, vir a perder até mesmo a própria vida mas que aqueles que ali habitam, ou melhor que ali se escondem de uma verdadeira vida, que se encontram a todo instante em perigo, possam ter a experiência com Aquele que é o verdadeiro amor e o sentido de toda a existência. O like agora não é mais apenas a utilização da ferramente daquela rede, tornou-se desejo de comunhão e o estar ali em missão.

No combate, entre críticas, debates e lutas um desejo no coração: ser instrumento do Amor que sempre comunica, ser canal do Amor que é comunicação. Não apenas conectar, mas correr riscos nesta terra virtual para que todos dialoguem com Aquele que merece todos os likes e assim juntos, profeticamente, na comunhão e em missão entoarmos o nosso amém à vontade daquEle que é merecedor de todos os likes da nossa vida.

Via ComShalom 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.