Será que eu amo a Deus?

0

Há algum tempo, Deus tem me incomodado a respeito da Palavra de Deus, tornando meu coração desejoso de querer meditá-la, amá-la, contemplá-la e, principalmente, guardá-la em meu coração.

No Salmo 1, 2 está escrito: “Feliz aquele que se compraz no serviço do Senhor e medita sua lei dia e noite”. Aqui está dizendo que aquele que medita na palavra de Deus será feliz, mas e para sabermos se amamos verdadeiramente a Deus, o que devemos fazer?

amar_Deus

Encontramos no Evangelho de João 14, 23-24 uma explicação importantíssima para nós cristãos. Jesus nos mostra qual a condição para amarmos a Deus: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada”. Jesus claramente está dizendo que se guardarmos a sua palavra, amaremos a Deus. Ele evidencia a importância da palavra de Deus como uma condição para provarmos o nosso amor a Ele. Todavia, Ele também vai dizer: “Aquele que não me ama não guarda as minhas palavras…”. (Jo 14,24).

Categoricamente Jesus está dizendo de forma indiscutível que se guardarmos a sua palavra, demostraremos o nosso amor a Deus. Será que realmente guardamos a sua palavra? Será que realmente o amamos?

Quando guardamos a Palavra de Deus, reconhecemos, por assim dizer, que Deus é o Senhor, é o Todo Poderoso, com isso, guardamos a sua palavra porque acreditamos nela. Acreditamos que nela encontramos a verdadeira luz para iluminar nossos passos, nela existe a sabedoria para conduzir nossa vida. Ela é como uma bússola a nos indicar o caminho de santidade, de amor ao próximo e de irmos ao Céu.

Deus ama e cuida dos corações simples: “O Senhor cuida dos corações simples”. (Salmo 114, 6). Guardar a Palavra de Deus é uma forma de reconhecer que nada somos e que dependemos de Uma palavra que nos ensine e nos guie – isso é ter um coração simples.

Os grandes santos da Igreja, como por exemplo, Santa Teresinha, foram pessoas que simplesmente reconheceram sua impotência e se decidiram guardar e apostar na Palavra de Deus e, com isso, revolucionaram a Igreja e mudaram o mundo.

Nos tempos de hoje onde impera uma cultura relativista e egoísta, é necessário que surjam no meio da Igreja essas pessoas de coração simples, que sejam capazes de amar a Deus guardando e apostando na sua palavra. A consequência disso é a realização da promessa Dele em nossas vidas. Ele mesmo virá e estabelecerá a sua morada em nós: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada”. (Jo 14,23).

Você quer amar a Deus? Você quer que Ele venha e faça morada em seu coração? Então guarde a sua Palavra e essa promessa se cumprirá, porque Deus é fiel!

Fábio Júnior
Consagrado na Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

dezesseis + 13 =