Esta é a manopla de Infinity War ou uma relíquia católica?

0

O novo filme do universo cinematográfico de Marvel, “Avengers: Infinity War”, tem como um objeto protagonista a “Manopla do Infinito”, com a qual o antagonista Thanos busca fazer desaparecer a metade de habitantes do universo. Enquanto isso, nas redes tornou-se viral a semelhança do objeto com uma antiga relíquia católica.

O famoso filme da Marvel arrecadou mais de 1,2 bilhões de dólares em todo o mundo após a sua estreia em 27 de abril. O tema central do filme, inspirado em desenhos animados, é o confronto entre os Avengers, “vingadores”, e o vilão Thanos, que busca se apoderar das seis “Joias do Infinito”, a fim de ter poder ilimitado.

As seis joias – da alma, do espaço, da mente, da realidade, do tempo e do poder- têm cores diferentes e Thanos insere uma por uma em sua manopla à medida que as consegue.

Nas redes sociais destacaram que a manopla junto com as suas joias é muito parecida com o relicário que guarda a mão incorrupta de Santa Teresa de Ávila, conservada no convento carmelita do Coração Eucarístico de Jesus, em Ronda, na Diocese de Ávila (Espanha).

Em 1585, três anos depois da morte de Santa Teresa D’Ávila, exumaram seu corpo e descobriram que estava incorrupto. Diversas relíquias do seu corpo foram extraídas, incluindo a mão que ainda se conserva no mosteiro de Ronda.

Chegou lá em 1910, depois da expulsão das carmelitas que viviam em Lisboa, Portugal. Durante a guerra civil espanhola, a relíquia foi requisitada por milicianos, e mais tarde foi descoberta em Málaga pelo grupo nacional.

O ditador Francisco Franco guardou a relíquia na capela do Palácio Real de El Pardo. Depois da sua morte, em 1975, a relíquia voltou para o mosteiro em Ronda.

A manopla que cobre a mão incorrupta da santa espanhola é de prata, e seus dedos são adornados com pedras preciosas e semipreciosas.

Em uma entrevista publicada no site da Arquidiocese de Málaga, a Irmã Maria Paz, então aos 64 anos, assegurou que as religiosas não se acostumam a ter em seu mosteiro “a grandeza” que é a relíquia da mão de Santa Teresa de Jesus.

A Irmã Jennifer disse na ocasião que, “quando cheguei com meu pai espiritual pela primeira vez ao convento, me deram a mão para beijar, a mão! Ajoelhei-me, fiz o sinal da cruz… e não sabia o que fazer. É algo grandioso!”.

Via Acidigital 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.