Santa Teresa de Jesus

Santa Teresa de Jesus

Santa Teresa de Jesus ou Santa Teresa D’Avila

O recolhimento que marca a vida interior e a vida de oração do Carisma El Shaddai Pantokrator é especificamente teresiano. A nossa oração parada onde contemplamos as maravilhas de Deus em nós e nos unimos a Ele em profundo louvor e gratidão é vivida segundo os moldes da oração de Santa Teresa de Jesus, mais conhecida Santa Teresa D’Avila. Vamos relatar um pouco de sua história e conhecer as virtudes da Santa que se tornou Doutora da Igreja. Uma mulher de atitude que ousou sonhar em Deus.“Devemos traduzir nossos sonhos em feitos, nossas palavras em obras, nossas aspirações em ação”, dizia ela.

Santa Teresa de Jesus nasce em Ávila (Espanha), em 28/03/1515, em plena reforma protestante, período de fermentação política, social, religiosa. Isso acaba tendo grande repercussão nela.

Mulher de personalidade notável, expressiva, cheia de vida; Santa Teresa  quando moça, era extremamente bonita. Com irresistível prazer de viver, era apaixonada por Cristo. Sabia cozinhar muito bem e “encontrar Deus entre as panelas”, tinha grandes habilidades e um bom senso de humor. Uma mulher de vontade forte, alegre, inesquecível. Vamos ver que Deus usa as suas características, seu temperamento e personalidade como o estofo em que vai nascer uma grande santa.

Santa Teresa era mulher, muito humana, que desmistificou a mística, mesclando humanidade e espiritualidade.

Santa Teresa  teve uma infância encantada pelas histórias dos santos, o que lhe trazia ardor ao coração em “Querer ver Deus”.

Quando Santa Teresa de Jesus entra na adolescência, descobre o fascínio natural de seu ser. Envaideceu-se, desejando cada vez mais parecer bela. Era cheia de vaidades. Cuidava muito dos cabelos, das mãos, que eram belas, gostava de perfumes e belas roupas. Tinha apreço pela cora laranja. Ainda na idade madura conservava seu charme.

Clique aqui e faça seu pedido de oração

Mas, no difícil período da adolescência, teve a companhia de uma prima que a afastou da fé. Santa Teresa ansiava por ser amada apaixonadamente, como as damas dos romances de cavalaria. Tereza namorou, dançou e se apaixonou.

Aos 16 anos, após ter perdido sua mãe aos 13 anos, o pai a colocou no mosteiro para resguardar sua honra. Ela resistia muito à ideia de ser freira, mas isso foi crescendo dentro do seu coração.

Santa Teresa de Jesus entrou para o Carmelo e, de 1535 a 1554, e viveu uma vida medíocre, como ela mesmo diz. Dos 20 aos 39 anos, foi monja medíocre. Na verdade, Santa Teresa não entrou no convento por uma convicção, mas por medo do inferno e para garantir a felicidade celeste. Entrar para o convento foi uma fuga espiritual. Mas, após a cura de uma doença, em 1556, experimentou o matrimônio espiritual, através do fenômeno místico da “transveberação”. Santa Teresa teve uma visão de um anjo transpassando seu coração com uma lança. A teologia espiritual vê nesse fenômeno o mais alto grau de união mística que o ser humano pode alcançar. Em Alba de Tormes, em Salamanca, uma de suas fundações, estão partes de seu corpo. Lá podemos ver seu coração em um relicário e nele uma fenda que o transpassa: a transveberação deixou também a sua marca física no coração de Santa Tereza.

Em 1567, Santa Teresa de Jesus conhece Frei João da Cruz, seu grande companheiro nas fundações. Ele vivia uma crise vocacional, desejando sair do Carmelo em busca de uma vida mais radical. Mas ela o convence a viver essa radicalidade no Carmelo mesmo. Assim, a reforma se inicia no ramo masculino também.

Santa Teresa e São João da Cruz sofreram perseguições por causa da reforma. Chegaram a ser acusados perante a Santa Inquisição.

Santa Teresa de Jesus morre no dia 4 de outubro de 1582, provavelmente de câncer no útero. Sua última palavra foi: “Morro filha da Igreja”.

Santa Teresa de Jesus foi beatificada em 1614; canonizada em 1622 e proclamada Doutora da Igreja em 1970. São palavras de Paulo VI, na proclamação de seu doutoramento como mater spiritualium: é “uma mulher excepcional, como uma religiosa que, coberta inteiramente pelo véu da humildade, da penitência e da simplicidade, irradia a sua volta a chama da sua vitalidade humana e do seu dinamismo espiritual, incomparável na contemplação e infatigável na ação. Como é grande, como é única, como é humana e como é atraente essa figura!”

Santa Teresa  deixou muitos escritos. Suas grandes obras são: Livro da vida, Caminho de Perfeição, Moradas ou Castelo Interior, Fundações e Cartas e Poesias.

A Igreja comemora sua festa de Santa Teresa de Jesus no dia 15 de outubro.

Algumas de suas frases marcantes foram:

Fixe o olhar no Crucificado e tudo será insignificante

O demônio tem medo de almas determinadas

O soldado não tem como voltar para casa na guerra – ou ganha à batalha ou morre.

Conheça os Santos do nosso Carisma

Faça seu pedido de oracao

GOSTOU? COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS!

Tags: , , , , , , , , , ,

Category: Formações, Igreja

Comentários (23)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. Antonia Maria Miranda disse:

    Sou Paroquiana da Igreja Santa Teresa de Coelho Neto e acho muito importante esses relatos da vida de Teresa para conhecer melhor a nossa Padroeira e crescer na Fé

  2. CELITON JOSE MACEDO disse:

    Belíssima vida de Santa Tereza de ávila,cheia de espiritualidade,mística,ardente.

  3. Farlla disse:

    Amados, verifiquem a autoria de Caminho de Perfeição. É de Santa Teresinha do Menino Jesus. Santa Teresinha escreveu a pedido do seu orientador para orientar as irmãs freiras da ordem de Nossa Senhora do Carmo do Mosteiro de São José. Deus abençoe!

  4. Luiz Oliveira disse:

    Oi Farlla a obra CAMINHO DE PERFEIÇÂO é de Santa Teresa de Jesus, e não de Santa Teresinha.

    Abraços!!!

  5. Administrador disse:

    “Caminho de Perfeição”, um comentário ao Pai Nosso, foi escrita para orientar as monjas do Carmelo de São José, que fica na Espanha. Mas sua autora é Santa Teresa de Jesus, a santa espanhola Teresa D’Ávila, que viveu no século XVI. Santa Teresinha viveu na França, no século XIX. Portanto, Santa Teresinha não o escreveu. A confusão da internauta é compreensível, pois se trata de duas santas carmelitas doutoras da Igreja.

    Paz!

  6. Tadeu Vieira disse:

    Santa Tereza D’Ávila, linda história, surpreendente em cada detalhe

  7. Neusa Aparecida de Araujo disse:

    Boa Tarde! Me disseram que as pessoas tem que saber o Santo de acordo com sua data de nascimento,nasci dia 3 de outubro,e tenho fé que Santa Tereza me protege,a partir de hoje,se possível for quero receber a oração da mesma e realizar uma novena! Adorei o texto o vídeo,e um pouco da historia de Santa Tereza D’Avila! Agradeço desde já à atenção! Obrigada Neusa

  8. Maria Aparecida Cravo disse:

    Quando amamos á Deus como santa Teresa,somos perseguidos todos os dias pelo inimigo na vida temos que ter uma fé imensa é um amor imenso, a Deus para suportar os problemas que todos os dias enfrentamos,sem o imenso amor a Deus eu não seria nada e quando oro ao meu pai maior ,na sua casa percebo que sem a minha fé não seria nada.

  9. VAL disse:

    Eu adoro saber sobre as vidas dos santos, me interesso muito sobre este assunto.
    Gostaria de conhecer sobre a vida de muitos santos, se possível…Obrigaada.

  10. francisco flávio disse:

    santa tereza foi uma mulher muito corajosa assim como santa cecilia

  11. cassia de jesus disse:

    gostei muito da historia da santa teresa de avila.e bom conhecemos um pouco a historia dela,pelo fato de ser padueira do nosso encontro de casal,na paroquia q frequentando…santa teresa de avila.rogai por nos que recorremos ate voz….AMEM…

  12. maria ines disse:

    Assisti no you tube todos os 8 filmes a respeito de Santa Tereza D”Avila. Gostei muito e senti que é bem diferente de Santa Terezinha, nascida na França;

    Eu tenho uma curiosidade muito grande sobre um de seus poemas. Foi lido no programa Café Cultural, da TV Cultura, pelo filósofo Leandro Karna. Trata-se de um poema onde a Madre relata que não tem medo do demonio.

    Já vasculhei em diversas fontes e não o encontrei. Por favor se alguem souber onde o encontrar agradeço muito.

    Muito obrigada

    Maria Ines

  13. kessi disse:

    paixonada por ela!!! Satnta Teresa de Avila simplismente me encontro em sua historia, em sua determinação e em sua humildade. Sz

  14. marlucia disse:

    Gosto tb. muito da vida dos santos, sinto-me fascinada por eles.Teresa de um modo particular. Vejo a grandeza, a beleza de se ter uma vida em Deus. Me esforço para viver a espiritualidade do Amor, de redimencionar como eles, (Santos)o cotidiano da vida.E procuro ver todas as dificuldades, como um degrau a subir para a Santidade. Obrigada Teresa D’Vila pela Sua Santidade. E hoje no seu dia espero uma graça especial para todos mestres, e doutores.

  15. Cynthia Vicente vieira disse:

    Sou protestante, estudante de teologia e estive em Alba de Tormes. Visitei as relíquias de Santa Teresa e fiquei emocionada em ver tal testemunho de fé!

Deixe um comentário

Eventos Campinas Informações