Arcebispo de Santa Maria: “Este é o momento da reflexão e da esperança”

0

Abalados pelo incêndio que matou pelo menos 231 pessoas e deixou várias outras feridas na boate Kiss, na cidade gaúcha de Santa Maria, familiares e amigos de mortos na tragédia passaram a madrugada de domingo para esta segunda-feira velando os corpos.

Diversos caixões permaneceram até a manhã no Centro Desportivo Municipal, para onde os corpos estão sendo identificados. Durante o dia, familiares e amigos, além de 500 voluntários, entre eles médicos, psicólogos, além de policiais, militares, religiosos e jornalistas, foram ao ginásio.

Boa parte dos 261 mil habitantes de Santa Maria foi ao local mostrar seu apoio às famílias das vítimas.

“Sabemos que podia ter sido qualquer de nós. Não há uma pessoa que não esteja estremecida em Santa Maria. Foi uma coisa grave, sem explicação” – disse à Agência Efe o médico Cléber Lotes, que trabalha como voluntário para atender os parentes de possíveis ataques de ansiedade ou de queda de pressão.

Cadastre-se grátis e receba todas as novidades do site por e-mail

A cidade está mobilizada.

A Rádio Vaticano contatou o arcebispo de Santa Maria, Dom Hélio Rubert, que quis transmitir uma palavra de conforto aos familiares e amigos dos jovens que perderam a vida na tragédia.

Ontem em Santa Maria havia um clima de guerra, pode-se dizer. Foi muito grande a consternação, a movimentação e a agitação em todos os lugares da cidade. Hoje já está um pouco mais calmo. Nós queremos dizer a nosso povo que tenha calma e muita esperança. Nós sabemos que nossa pátria definitiva não é esta terra; nós aqui estamos caminhando unidos. Procurando viver a paz, o amor, o bem-querer entre nós, sempre com o olhar voltado para o céu, para o além, que nos aguarda e que é a nossa pátria definitiva”. 
“Esta fatalidade, ou tragédia, nos comoveu profundamente a todos, especialmente as famílias, os amigos, as pessoas relacionadas com tantos jovens que na flor da mocidade foram colhidos para outra vida. Agora não é o momento de condenarmos, julgarmos, mas é o momento de oração, de reflexão, de olhar para frente com esperança e aprendermos muitas lições deste fato, que consternou – podemos dizer – a humanidade, visto que a notícia está pelo mundo afora. O episódio nos faz refletir, neste Ano da Juventude, como nós estamos trabalhando com nossos jovens nas famílias, nas escolas e na sociedade; que precisamos ajudar nossos jovens a buscar realmente os valores consistentes e que constroem a pessoa humana em sua integralidade”. 

“Vamos celebrar às 9h em Santa Maria, uma Missa a nível nacional, transmitida pela Rede Vida, na Basílica Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças, para todo o Brasil. Colocamos todas as Igrejas de Santa Maria a disposição para velórios, para oração, neste momento que deve ser de fé e esperança para todos nós. Estamos vivendo em meio a um imenso sofrimento, mas com grande esperança. O Senhor Jesus é a resposta para todos os anseios e nos abre a perspectiva para a eternidade, para uma vida feliz em Deus, para quem coloca Deus como tudo em sua vida e procura os valores do Evangelho”.

Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.