Home Notícias Brasil Bispos do Regional Leste 1: Votar por quem defende a vida ante...

Bispos do Regional Leste 1: Votar por quem defende a vida ante o aborto e promove a família

-

RIO DE JANEIRO, 20 Out. 10 / 01:34 pm (ACI).- Os Bispos do Regional Este 1 da Conferência de Bispos Católicos do Brasil (CNBB) que reúne os prelados do estado de Rio do Janeiro deram a conhecer uma nota em 18 de outubro na que alentam os fiéis a votarem por candidatos que defendam a vida desde a concepção até a morte natural rejeitando o aborto, e promovam a constituição natural da família fundada no matrimônio entre um homem e uma mulher.

Na nota divulgada faltando duas semanas para o segundo turno das eleições presidências entre a candidata do PT, Dilma Rousseff, e José Serra do PSDB, os prelados explicam que “Por sua universalidade a Igreja católica não tem partido ou candidato próprios, mas incentiva, agora mais do que nunca, a dar o voto a quem respeita os princípios éticos e os critérios da Moral Católica, indicados na Doutrina Social da Igreja”.

Os bispos explicam que “em particular, deve ser votado quem defendeu e defende o valor da vida desde a sua concepção até o seu término natural com a morte e, ao mesmo tempo, a família com a sua própria constituição natural”.

O texto dos prelados do Rio de Janeiro renova “nossa crítica ao PNDH-3”, o Plano Nacional de Direitos Humanos sancionado em dezembro de 2009 pelo presidente Lula –que conforme assinalou a Rede Bandeirantes em fevereiro deste ano o presidente assinou sem ler– e pela então Ministra da Civil, Dilma Rousseff, que promove o aborto, as uniões homossexuais, a legalização da prostituição e o ensino da ideologia de gênero nas escolas públicas, entre outras medidas.

Neste plano, explicam os bispos, o aborto “é falsamente apresentado como ‘questão de saúde pública’. Não é aceitável a visão da pessoa chamada ao transcendente, sem referência a critérios objetivos e que é determinada substancialmente pelo poder dominante e o Estado”.

Os bispos da Regional Este 1 afirmam também que “falaciosamente indicada como “questão de saúde pública”. Não é aceitável a visão da pessoa fechada ao transcendente, sem referência a critérios objetivos e determinada substancialmente pelo poder dominante e pelo Estado. No PNDH-3, a maneira como são tratados vida, família, educação, liberdade de consciência, de religião e de culto, de propriedade em sua função social e de imprensa, revela uma antropologia reduzida”.

“A “Nota da CNBB em relação ao Momento Eleitoral” de 8 de outubro de 2010 também afirma o “direito – e mesmo, dever – de cada Bispo, em sua Diocese, orientar seus próprios diocesanos, sobretudo em assuntos que dizem respeito à fé e à moral cristã”. E nós, no Estado do Rio de Janeiro, compartilhamos plenamente também esta orientação”.

Finalmente os bispos fazem “votos que esta última fase do processo eleitoral se desenvolva em paz, no respeito da democracia e do soberano direito da consciência moral do nosso povo”.

A nota está assinada pelo Presidente do Regional Leste 1 e Bispo Emérito de Friburgo, Dom Rafael Llano Cifuentes; o Vice-presidente e Bispo de Itaguaí, Dom José Ubiratan Lopes; e por Dom Filippo Santoro, Bispo de Petrópolis e Secretário da entidade episcopal.

Para entender o PNDH-3, recomendamos o vídeo onde o Deputado pró-vida Paes de Lira fala dos pontos contrários à vida e à família deste programa:

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×