Coreia do Norte: Cristãos são tratados como inimigos do Estado

0

A Coreia do Norte lidera, pela décima vez consecutiva, a lista de países que mais perseguem os cristãos. Este elenco é elaborado todos os anos pela organização alemã Open Doors e foi divulgado na quarta-feira na cidade de Kelkheim (centro do país).

O Afeganistão ocupa o segundo lugar, seguido por Arábia Saudita e Somália.

Segundo Open Doors, na Coreia do Norte os cristãos são tratados como inimigos do Estado, e se calcula que entre 50 e 70.000 cristãos estejam internados em campos de trabalho no país.

Nos países que vivem a chamada “primavera árabe”, o relatório afirma que a situação dos cristãos piorou, como no caso do Egito. Após a saída do presidente Hosni Mubarak, foram registrados vários ataques a igrejas e grupos islâmicos radicais promovem iniciativas anticristãs.

Segundo estimativas de Open Doors, cerca de 100 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem perseguição por causa da fé cristã, e em muitos países são obrigados a viver na clandestinidade. (BF)

Radio Vaticano

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

quatro × um =