Dom Chaput inaugurou Encontro Mundial das Famílias Filadélfia 2015

0

O Arcebispo Charles Chaput, inaugurou ontem (22) o Encontro Mundial das Famílias Filadélfia 2015 no qual o Papa Francisco estará presente nos dias 26 e 27 de setembro.

O Arcebispo da Filadélfia se dirigiu aos milhares de participantes deste importante evento eclesiástico e mundial: “este é um momento para o qual trabalhamos e rezamos durante os últimos três anos. Então, olhando hoje para esta multidão de belos rostos, sinto uma enorme alegria ao poder dizer finalmente: bem-vindos ao Encontro Mundial das Famílias e bem-vindos a Filadélfia, a cidade do amor fraternal”.

Chaput-EMF

No mesmo dia da chegada do Santo Padre aos Estados Unidos, precisamente a Washington D.C., Dom Chaput recordou que “a Filadélfia é uma cidade rica em história, onde nasceu os Estados Unidos e lugar no qual foi elaborada a declaração de independência e da Constituição, mas o que comemoramos agora é uma celebração do futuro”.

“O futuro está vivo na alma de cada uma das famílias peregrinas, provenientes do mundo inteiro, a fim de dar testemunho da beleza do matrimônio e da vida familiar”, disse o Arcebispo.

Em seguida, Dom Chaput afirmou: “Deus é bom e nos ama com o zelo de um pai e a ternura de uma mãe, e sua Igreja dá as boas-vindas às pessoas –não somente aos católicos, mas também aos amigos de outros credos e pessoas de boa vontade– que se uniram a nós durante estes dias para uma experiência de alegria e irmandade”.

O Arcebispo da Filadélfia recordou ainda que há cerca de 300 anos, em 1732 nessa cidade, “onze pessoas assistiram a primeira missa de um jesuíta (Pe. Joseph Greaton). Durante este fim de semana outro jesuíta (o Papa Francisco) celebrará a Missa para nós e congregará dezenas de milhões de pessoas aqui, na América do Norte e na América Latina, e no mundo inteiro”.

“A lição é simples. Deus reconfigura o mundo através de pessoas e famílias que o amam. Esta semana é um tempo de graça, um tempo no qual Deus está entre nós. Que Ele derrame sua coragem, alegria e paz em nossos corações”, concluiu Dom Charles Chaput.

Via ACIdigital

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.