Estado Islâmico assume ataque que fez reféns e assassinou sacerdote em igreja na França

0

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou o ataque contra uma igreja do norte da França no qual dois homens assassinaram um sacerdote idoso e deixaram pessoas com ferimentos graves.

A agência de notícias Amaq, considerada o porta-voz oficial do ISIS, anunciou que os atacantes eram “dois soldados do Estado Islâmico”.

CoR1Rh_UMAEHj8g

Os sujeitos irromperam na igreja de St. Etienne du Rouvray durante a Missa presidida pelo Pe. Jacques Hamel, de 84 anos, e fizeram reféns o presbítero, duas religiosas e paroquianos. O sacerdote foi degolado.

O Presidente da França, François Hollande, chegou até a localidade atacada e assegurou que os perpetradores declararam ser membros do Daesh, acrônimo em árabe para nomear o Estado Islâmico. Hollande disse que o ataque foi cometido por “dois terroristas que diziam ser do Daesh” e gritaram “Alá é grande” durante o atentado.

O presidente lançou um chamado à unidade do povo francês para fazer frente à “elevada ameaça” que a França sofre. “O Estado Islâmico nos declarou a guerra e devemos liberá-la”, acrescentou o mandatário.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.