Home Notícias Mundo Igreja na África deu início ao Ano da Reconciliação

Igreja na África deu início ao Ano da Reconciliação

-

Com uma Missa solene na cidade de Acra (localizada em Gana), a Igreja na África iniciou na última quinta-feira o Ano da Reconciliação, sob o lema ”Um África reconciliada para a coexistência pacífica” e responde a um apelo específico contido na Exortação apostólica pós-sinodal “Africae Munus” do Papa emérito Bento XVI”.

Igreja africa

O evento é convocado pelo Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (SECAM) e concluirá no dia 29 de julho de 2016 durante a XVII Assembleia Plenária desse organismo em Angola. O SECAM foi instituído em 1969, pelo Beato Paulo VI, por ocasião da sua visita pastoral a Uganda e compreende 37 conferências episcopais nacionais e oito conferências regionais africanas.

Em sua exortação ”Africae Munus” Bento XVI convidou a Igreja local a promover ”um Ano da reconciliação de alcance continental, para pedir a Deus um perdão especial para todos os males e feridas que os seres humanos se infligiram uns aos outros na África, e para que se reconciliem as pessoas e os grupos que foram ofendidos na Igreja e no conjunto da sociedade”.

“Este será – disse Bento XVI – um Ano jubilar extraordinário durante o qual a Igreja na África e nas ilhas vizinhas agradeceram junto com a Igreja universal e rezaram para receber os dons do Espírito Santo especialmente o dom da reconciliação, da justiça e da paz”.

A exortação foi assinada pelo então Papa Bento XVI no dia 19 de novembro de 2011 em Cotonou (Benin) durante sua viagem apostólica a esse país e finalizava a II Assembleia Especial para a África do Sínodo dos Bispos celebrada em 2009 no Vaticano, cujo tema foi ”A Igreja na África ao serviço da reconciliação, da justiça e da paz”.

Via Acidigital

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

×