Cardeal Angelo Amato: Processo de beatificação de João Paulo II aconteceu de forma rápida mas com um grande cuidado e profissionalismo

0

Roma (Sexta-feira, 01-04-2011, Gaudium Press) O processo da causa de beatificação de João Paulo II aconteceu de forma “rápida” mas com um grande cuidado e profissionalismo, porque a Congregação quer que João Paulo II seja “santo logo, mas também um santo ‘seguro'”. Foi o que afirmou hoje pela manhã o Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, ao palestrar na Universidade da Santa Cruz, em Roma.

Em vista da iminente beatificação de João Paulo II e do sexto aniversário de sua morte, recordado amanhã, aconteceu na Pontifícia Universidade um dia de estudo sobre o tema “Sensus fidei e beatificação. O caso de João Paulo II”, com a participação do Cardeal Amato.

A “espontânea e estável” fama de santidade de Papa Wojtyla é confirmada cotidianamente pelo enorme número de pessoas que visitam seu túmulo, disse o prefeito na ocasião. Segundo o cardeal, ele não estava entre as pessoas escolhidas para testemunhar sobre a vida de João Paulo II, mas os dois aspectos que mais o impressionaram foi o comportamento místico de viver a comunhão com o Senhor e aquele missionário que se expressava na ânsia de proclamar o Evangelho a todos.

O cardeal, durante o encontro na Universidade, declarou que não é possível dizer quando acontecerá a canonização de João Paulo II, e ressaltou que o período entre a beatificação e a canonização é um período providencial para se conhecer e apreender melhor as virtudes do pontífice.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

3 × 5 =