Um homem invadiu a Catedral de Campinas (SP) na tarde desta terça-feira, 11 de dezembro, atirando, matou ao menos quatro pessoas e logo depois se suicidou; quatro pessoas também ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar de Campinas, o homem entrou na Catedral por volta das 13h25 e fez os disparos.  De acordo com o Corpo de Bombeiros, o homem teria ingressado no templo com uma pistola e um revólver calibre 38 e teria se suicidado em frente ao altar, após o crime.

Até o momento, não foram divulgados os nomes das vítimas nem o do responsável pelo atentado.

Em nota publicada em sua página de Facebook, a Arquidiocese de Campinas lamentou o ocorrido e pediu que todos se unam em oração.

“Um tiroteio deixou pelo menos cinco pessoas mortas e outras quatro feridas no começo da tarde desta terça-feira (11), dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, no Centro da cidade, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe a motivação”, assinala a nota.

“A Catedral segue fechada para atendimento das vítimas e a investigação da Polícia. Assim que dispusermos de mais informações, as disponibilizaremos. Contamos com as orações de todos neste momento de profunda dor”, conclui..

Em declarações à imprensa, o major Paulo Monteiro, do Corpo de Bombeiros, afirmou que ainda não se sabe a motivação do crime e que no momento a principal preocupação é o atendimento aos sobreviventes.

“Não se sabe se tinha missa nesse horário. Mas, pelo horário, havia um fluxo de pessoas, tinha bastante gente na igreja. Os socorros já foram feitos, e os óbitos, detectados”, afirmou o major.

De acordo com informações disponibilizadas no site oficial da Catedral de Campinas, há um horário de Missa às 12h15 de segunda a sexta-feira.

Os feridos foram encaminhados ao Hospital Mário Gatti, Beneficência Portuguesa e Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. O estado de saúde de cada um deles não foi divulgado.

Via AciDigital

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.