A teologia católica desempenhou um papel histórico no nascimento da Universidade, disse Bento XVI à Comissão teológica internacional

0

Embora os conflitos étnicos e religiosos no mundo tornem mais difícil acolher o cristianismo e o humanismo que dele derivam, o monoteismo trinitário é a verdadeira fonte da paz pessoal e universal.

Foi o que salientou Bento XVI no discurso aos membros da Comissão teológica internacional recebido por ocasião da sua sessão plenária que decorreu no Vaticano de 28 de Novembro a 2 de Dezembro. Existe um laço forte – salientou o Papa – entre a fé cristã e a fraternidade entre os homens: a teologia cristã juntamente com a vida dos crentes – observou Bento XVI – deve restituir a feliz e cristalina evidencia ao impacto sobre a nossa comunidade da Revelação trinitaria:embora os conflitos étnicos e religiosos no mundo tornem mais difícil acolher a singularidade do pensar cristão Deus e do humanismo que nele se inspira, os homens podem reconhecer no nome de Jesus Cristo a verdade de Deus Pai solicitada pelo Espírito e a teologia, em dialogo fecundo com a filosofia, pode ajudar os crentes a tomar consciência e a testemunhar que o monoteísmo trinitario é a verdadeira fonte da paz pessoal e universal.

A teologia católica recordou o Papa ,, desempenhou um papel histórico no nascimento da Universidade e este papel é hoje mais do que nunca necessário, para tornar possível uma sinfonia das ciências e para evitar desvios violentos de uma religiosidade que se opõe á razão e de uma razão que se opõe á religião.
Esta sessão da comissão teológica internacional centrou os seus trabalhos em três temas: a questão metodológica na teologia de hoje, a compreensão do monoteísmo e o significado da Doutrina social da Igreja
O papel de pacificação da fé cristã, explicado pela teologia, esclarece também na reflexão do Papa, o significado do empenho social da Igreja.

Este, comentou Bento XVI não é apenas algo que é humano, nem se resolve numa teoria social. A transformação da sociedade realizada pelos cristãos através dos séculos – acrescentou – á uma resposta á vinda do Filho de Deus ao mundo…”E de facto os discípulos de Cristo Redentor sabem que sem atenção ao outro, o perdão, o amor também aos inimigos, nenhuma comunidade humana pode viver em paz, e isto inicia na primeira e fundamental sociedade que é a família.

Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.