A organização católica resgata bebê da morte devido a uma ordem judicial

0

SAINT LOUIS, 14 Mar. 11 / 10:43 pm (ACI)

A organização católica Priests for Life (Sacerdotes pela Vida) obteve que o bebê Joseph Maraachli, que padece uma enfermidade neuro-degenerativa, fosse transladado da clínica canadense -onde enfrentava uma morte iminente devido a uma ordem judicial- a um hospital católico em St. Louis (EUA) onde revisarão seu caso e prestarão a assistência que necessita.

O Padre Frank Pavone, diretor nacional da Priests for Life, chegou a Ontario, Canadá, no domingo 13 de março para agilizar a saída do pequeno Joseph, duas semanas depois de que uma ordem judicial condenou o menino a morrer por asfixia instruindo os médicos canadenses a retirarem o tubo de respiração que o mantém vivo.

O sacerdote explicou à imprensa que o bebê necessitava “estar em um hospital que aprecie a vida” e sua saída do Canadá “converteu-se realmente em uma corrida contra o tempo” devido a problemas burocráticos.

Joseph, de quase 14 meses de idade, viajou acompanhado de seu pai Moe Maraachli, de Ontario até o Hospital Infantil Cardeal Glennon de St. Louis, Missouri, em um avião ambulância especialmente equipado e proporcionado pela Caritas Kalitta com sede em Michigan.

“Se existir a possibilidade de que este menino possa viver, temos que explorar todas as opções”, disse o Padre Pavone e assegurou que a viagem de Joseph foi concretizada graças ao apoio de dezenas de pessoas.

Os pais de Joseph pediram aos médicos de Ontario que pratiquem uma traqueotomia ao bebê para levá-lo para casa e dar-lhe a oportunidade de lutar por sua vida em vez de enfrentar uma morte violenta.

Os Maraachli tiveram uma filha há oito anos que apresentou a mesma enfermidade mas a ela os médicos sim praticaram uma traqueotomia e morreu em sua casa.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.