Pequeno avião da Sol Linhas Aéreas caiu ontem (18) na região da Patagônia, no Sul da Argentina.

0

Um pequeno avião da Sol Linhas Aéreas caiu ontem (18) à noite no Rio Negro, na região da Patagônia, no Sul da Argentina. Com a queda da aeronave, morreram as 22 pessoas que estavam a bordo. O voo 5429 seguia de Neuquén para Comodoro Rivadavia quando desapareceu dos radares, após emitir um alerta de que passava por dificuldades.

O diretor do hospital da cidade de Los Menucos, Ali Ismael, afirmou que não há sobreviventes. Segundo ele, os corpos encontrados estão carbonizados, dificultando a identificação. No avião estavam 19 passageiros, incluindo um bebê e três tripulantes.

Os destroços do avião, um Saab 340, foram encontrados a 25 quilômetros da cidade de Los Menucos, na província de Rio Negro. Da aeronave só havia peças queimadas e destruídas. “Há vários sinais que indicam que o avião caiu em chamas”, afirmou o diretor do hospital para onde foram levados os corpos.

De acordo com relatos, o avião pode ter sofrido com o congelamento durante o voo. Um comunicado da companhia aérea, porém, informou não dispor de indicações sobre a causa do acidente. A empresa Sol Linhas Aéreas informou ter recebido uma comunicação de emergência do avião por volta das 21h (mesmo horário de Brasília), quando a aeronave estava na metade do trajeto previsto.

A prefeita de Los Menucos, Mabel Yahuar, afirmou que um homem viu uma bola de fogo no céu e alertou as autoridades. Segundo ela, o local da queda é de difícil acesso, principalmente no escuro. “Não há sinal de telefone celular na região. É um local desabitado e muito frio”, disse. O local do acidente fica a 400 quilômetros de Bariloche, um dos principais destinos turísticos de argentinos e estrangeiros.

As informações são da agência pública de notícias da Argentina, a Telam, e da BBC Brasil.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

2 × 1 =