Observador da Santa Sé na ONU pede maior compromisso para extinguir a pobreza no mundo

0

Nova York (Segunda-feira, 14-02-2011, Gaudium Press) “As dimensões éticas e espirituais devem sempre ser consideradas quando houver o compromisso de extinguir a pobreza. Não se pode apenas ter a atenção voltada para as dimensões políticas e econômicas já que as exigências mais profundas da pessoa humana vão além da necessidade de água e alimento”. Estas foram palavras do Observador Permanente da Santa Sé na Organização das Nações Unidas em Nova York, Dom Francis Chullikatt, durante reunião da Comissão sobre Desenvolvimento Social, realizada na última sexta-feira.

Na ocasião, o novo representante pontifício para a sede da ONU em Nova York (há outro observador permanente para Genebra) ressaltou também o importante papel da família, que nos dias de hoje enfrenta vários desafios. Segundo o prelado, é importante que se reveja com urgência, os investimentos em países ocidentais para que as crianças continuem sendo mantidas com seus pais, uma vez que nestes países está sendo registrada uma grande diminuição da população.

O arcebispo recordou aos membros da Comissão da ONU sobre Desenvolvimento Social que no encontro realizado em Copenhague, na Dinamarca, em 1995, foi evidenciada a centralidade que a pessoa humana deve ter nas políticas de desenvolvimento.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

13 − quatro =