Papa visitará Aquileia e Veneza em maio

0

Cidade do Vaticano (Terça-feira, 08-02-2011, Gaudium Press) Com a abertura do processo de credenciamento de jornalistas interessados em cobrir o evento, o Vaticano confirmou hoje a viagem pastoral que o Papa Bento XVI fará a região nordeste da Itália em maio. O programa oficial da viagem, no entanto, ainda será divulgado pela Santa Sé, o que deve ocorrer provavelmente nos próximos dias.

Bento XVI visitará a região nos dias 7 e 8 de maio, sábado e domingo. A assim chamada Visita do Papa à Região Eclesiástica do Nordeste se dará sob o tema “Tu confirma a nossa fé” e abrangerá passagens por Aquileia (no primeiro dia) e Veneza (dia seguinte).

Ainda que não tenha divulgado o programa oficial da viagem, com a abertura dos trâmites de credenciamento de jornalistas interessados em cobrir os diferentes eventos da mesma é possível conhecer um pouco mais sobre o que o pontífice fará na região.

A visita do Papa havia sido anunciada pelo arcebispo de Gorizia, Dom Dino de Antoni, sob cuja jurisdição eclesiástica se encontra Aquileia, e pelo patriarca de Veneza, Cardeal Angelo Scola, em outubro do ano passado, após convite feito ao pontífice. Apesar de não ter negado, a Santa Sé ainda não havia confirmado oficialmente a informação ou dado maiores detalhes.

Com o anúncio de hoje, confirma-se que o pontífice irá a Aquileia principalmente para participar da assembleia do 2º Congresso Eclesial da cidade, que será realizado na Basílica local. Já em Veneza, conforme aponta o comunicado vaticano, está previsto um encontro do Papa com os cidadãos na Praça São Marcos, uma concelebração eucarística e a recitação mariana do Regina Caeli no Parque San Giuliano e Mestre, um encontro com representantes da cultura, arte e economia locais na Basílica da Saúde e uma assembleia especial de encerramento da viagem pastoral na Basílica de São Marcos.

Esta será a primeira vez que Joseph Ratzinger, como Papa, visitará Aquileia, considerada uma das capitais do cristianismo antigo, e Veneza, símbolo do catolicismo na Itália.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.