Retirada publicidade nos EUA que alertava a população negra contra o aborto

0

NOVA IORQUE, 01 Mar. 11 / 12:26 pm (ACI/EWTN Noticias)

As autoridades da cidade de Nova Iorque (Estados Unidos) retiraram uma publicidade que assinalava que o útero materno, por causa do aborto, era o lugar mais perigoso para as crianças da população negra; depois das críticas de alguns políticos por supostamente “incitar à violência”.

A publicidade, patrocinada pelo grupo Life Always (Vida Sempre), media quase nove metros de comprimento por 5 de largura e foi colocada em um edifício de Manhattan no bairro do Soho no dia 22 de fevereiro. Nela aparecia uma menina negra debaixo de quem estava escrita a frase: “O lugar mais perigoso para um afro-americano é o útero” e tinha uma flecha onde podia ler-se o endereço da Página Web: www.thatsabortion.com.

Esta Web critica os efeitos do aborto na comunidade negra, oferece informação para uma boa gravidez e acusa a Planned Parenthood, a maior transnacional abortista do mundo, de ter como objetivo as minorias já que suas clínicas as localizam nos bairros onde estas minorias se concentram. Em 2010 os três estabelecimentos de Nova Iorque da Planned Parenthood praticaram cerca de 17 000 abortos.

O Diretor Geral da Lamar Advertising, a empresa que colocou a publicidade, Pete Costanza, disse que foi retirada porque um opositor considerou que o pôster era ameaçador para os garçons do restaurante mexicano que estava debaixo no edifício.

“Não quero violência ao redor dos edifícios ali”, disse o Diretor ao New York Times.

O retiro da publicidade ocasionou o rechaço de diversos grupos como o do reverendo Micel Falkner do ministério New Horizon no Harlem, quem disse que “enquanto esta publicidade gera uma reação visceral em muitos afro-americanos, reitera uma firme verdade: perto de 60 por cento de bebês negros não chegarão a sair do útero por causa do aborto. Temos que fazer algo agora”.

Por sua parte o pastor e membro do Life Always, Steven Broden, comentou que “a reação à publicidade está centrada no trauma, o aborto é traumático, é o trauma emocional e psíquico que as mulheres enfrentam após o aborto pelo qual necessitam acesso a serviços de tratamento pós-abortivo”.

A Life Always “está energicamente em desacordo” com a decisão de retirar a publicidade. Esta contém “uma mensagem verdadeira e a verdade tem um lugar no espaço público. A intenção da publicidade é chamar a atenção sobre a tragédia e a verdade de que o aborto está cortando a vida da comunidade negra”.

Em janeiro deste ano o Arcebispo de Nova Iorque, Dom Timothy Dolan, criticou a “arrepiante” taxa de abortos. Um recente relatório mostra que 41 por cento das crianças não-nascidas nesta cidade são assassinadas no útero materno.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.