Home papa Papa inicia Ciclo de Catequeses sobre Família

Papa inicia Ciclo de Catequeses sobre Família

-

papa-francisco-frame

A família é o tema de um novo ciclo de catequeses do Papa Francisco. Reunido com os fiéis, nesta quarta-feira, 10, na Praça São Pedro, o Pontífice começou as reflexões falando do Sínodo dos Bispos, realizado em outubro passado.

Antes de entrar nos diversos aspectos da vida familiar, Francisco quis recordar como se desenvolveu a última assembleia sinodal, já que a Igreja vive um tempo intermediário à espera da conclusão das reflexões, o que só acontecerá na assembleia de 2015.

Francisco lembrou o trabalho da mídia e agradeceu pela cobertura noticiosa realizada. Porém, observou que a visão da mídia foi um pouco parecida com as crônicas esportivas ou políticas, pois falava de dois grupos, como “dois adversários”. Ele explicou que, quando se procura a vontade de Deus em uma assembleia sinodal, há diversos pontos de vista e discussão, mas isso não é ruim, quando feito com humildade e espírito de serviço.

“Devemos saber que o Sínodo não é um parlamento. Sínodo é um espaço protegido, a fim de que o Espírito Santo possa trabalhar”, ressaltou Francisco, explicando que houve sim um debate entre bispos que foram para lá preparados, mas esse é o caminho sinodal normal.

“Antes de tudo, pedi aos padres sinodais para falarem com franqueza e coragem e escutarem com humildade (…) No Sínodo, não houve censura prévia. Cada um podia, mais ainda, devia dizer aquilo que tinha no coração e que pensava sinceramente”.

Etapas do Sínodo da Família

“Nenhuma intervenção colocou em discussão as verdades fundamentais do matrimônio”, observou Francisco, dizendo que todas as intervenções foram acolhidas e se chegou ao segundo momento, que foi a elaboração do relatório após as discussões.O Santo Padre recordou o passo a passo do Sínodo. Primeiro, o momento em que todos os padres sinodais puderam falar e escutar, baseados no Instrumento de Trabalho previamente preparado. Esse foi um momento edificante, disse o Papa.

Esse relatório foi o que baseou a terceira etapa: discussão em grupos, em que os padres sinodais se dividiram por idiomas. Ao fim do trabalho, cada um apresentou uma relação e todas elas foram entregues, uma atitude que, segundo o Papa, revela a transparência dos trabalhos. Na quarta etapa, uma comissão analisou tudo e fez a relação final.

“Alguns de vocês podem me perguntar: os padres brigaram? Não sei se brigaram, mas que falaram forte isso é verdade! Mas essa é a liberdade que há na Igreja”, disse Francisco, enfatizando que tudo aconteceu com Pedro, na presença do Papa.

Documentos do Sínodo

Francisco citou ainda os únicos documentos oficiais emitidos pelo Sínodo: a mensagem final, o relatório final e o discurso final do Papa. Ele também lembrou que, nesta terça-feira, 9, foi publicada a lineamenta, que é o primeiro documento da próxima assembleia.

Tal documento foi enviado a vários órgãos da Igreja e deve ser analisado nas igrejas particulares, a fim de preparar a próxima assembleia. “Peço-vos para acompanhar esse processo sinodal com a oração. Que o Senhor nos ilumine, nos faça andar rumo à maturidade daquilo que devemos dizer a toda a Igreja”.

Pela primeira vez, o Sínodo dos Bispos foi dividido em duas fases. A primeira delas foi a 3ª Assembleia Geral Extraordinária, realizada de 5 a 19  de outubro passado, com o tema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. A próxima fase acontece, de 4 a 25 de outubro de 2015, com o tema “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”.

O ciclo anterior de catequeses do Papa foi sobre a Igreja. Segundo Francisco, as reflexões proporcionaram aos fiéis a descoberta da beleza da Igreja e a responsabilidade de pertencer a ela.

Canção Nova

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×