A minha fraqueza reclama a fortaleza de Deus

0
fraqueza

Você se sente capaz de reconhecer a sua fraqueza? Um dos segredos para conseguir abandonar-se nas mãos de Deus é exatamente isso, saber-se fraco. Nós temos dificuldades para encarar de frente nossa fraqueza, pois geralmente somos criados num mundo em que se exige a postura de força, de vitória, de conquistas. Somos preparados para vencer na vida e para isso é muito difícil assumir a própria fraqueza.

    Para vivermos, de acordo com a vontade de Deus, temos que nos submeter a viver de maneira bem consciente em relação ao que somos de verdade. Qual é a nossa verdade? Você já parou para pensar nisso? É muito importante refletirmos sobre isso, para que deixemos Deus entrar nas nossas misérias e fazer tudo que quiser em nós.

    Passamos nossa vida aprendendo o quanto é importante nos preparar para nos dar bem, para ter sucesso, para ter uma vida reconhecida, de valor. É claro que não podemos deixar de lado as nossas buscas de conhecimento e aprendizagem, mas precisamos reconhecer também os nossos limites e a nossa fraqueza.

    Vamos pensar o seguinte: será que todos nós temos as mesmas condições para fazer todas as coisas da mesma maneira e competência? Acredito que não! Cada um de nós tem uma aptidão para uma determinada atividade que pode ou não ser desenvolvida. Cabe a nós saber qual é essa aptidão e buscar no decorrer da vida desenvolvê-la.

    Muitas vezes, quando nossas aptidões são trabalhadas e aprimoradas, podemos descobrir que temos talento para várias coisas ao mesmo tempo. Neste caso, seria interessante desenvolver todas essas capacidades e escolher a que mais nos realiza para seguir uma carreira, uma profissão. Mas, geralmente, nós escolhemos algo que mais se identifica conosco e investimos nessa direção na vida profissional.

    Na vida espiritual, também acontece de termos dons mais desenvolvidos que outros e, mais ainda, que tenhamos dons diversos dentro da nossa comunidade ou paróquia. Seremos capazes de desenvolver esses dons com uma busca intensa de vida de oração, de intimidade com Deus. O problema é quando decidimos viver tudo isso como independentes de Deus, como se fôssemos donos de nós mesmos, esquecendo que Ele nos criou com um propósito e uma razão de ser. Quando agimos assim, corremos o risco de nos perder no caminho que Deus sonhou para nós!

    A nossa natureza humana é tão frágil e pecadora, que somos capazes de nem reconhecer que é Deus que realiza todas as coisas e que nos capacita em tudo. Somos capazes de negar a existência de fraqueza em nossas vidas, pois isso nos traz vergonha, decepção e também julgamento das pessoas que convivem conosco. Mas quero dizer a você uma verdade: a sua fraqueza pode te levar ao céu!

“Porque, quando me sinto fraco, então é que sou forte!”

    Esses dons que nos são dados por Deus, devem ser usados da melhor maneira em nossas vidas e em relação à vida dos outros. Mas muitas vezes, nos sentimos fracos em determinadas situações. Sabemos ter os dons, o conhecimento, mas mesmo assim nos vemos limitados, miseráveis e incapazes. Essa fraqueza, no mundo de hoje, é considerada como algo negativo. Segundo os pensamentos de hoje temos que reagir e tentar, ao máximo, vencer essa fraqueza e nos superar.

    Mas, eu digo a você exatamente o contrário. Essa fraqueza é uma das coisas mais preciosas que você tem! Ela faz você depender daquele que tudo é, que tudo sabe e que tudo faz acontecer. Vejamos o que São Paulo diz na segunda carta aos Coríntios 12, 7 – 10:

“Demais, para que a grandeza das revelações não me levasse ao orgulho, foi-me dado um espinho na carne, um anjo de Satanás para me esbofetear e me livrar do perigo da vaidade. * 8. Três vezes roguei ao Senhor que o apartasse de mim. 9.Mas ele me disse: “Basta-te minha graça, porque é na fraqueza que se revela totalmente a minha força”.

Portanto, prefiro gloriar-me das minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo. 10.Eis por que sinto alegria nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições, no profundo desgosto sofrido por amor de Cristo. Porque, quando me sinto fraco, então é que sou forte.”

    Observem bem: Paulo rogou a Deus três vezes para arrancar dele aquele “espinho”, aquele pecado, aquela miséria. E o que Deus responde? “Basta-te minha graça!” É exatamente isso que Deus fala a cada um de nós hoje:

Basta-te a minha graça! Sua fraqueza te liga de maneira poderosa a esse

Deus que é capaz de tudo transformar!

    Paulo ainda afirma: “Eis por que sinto alegria nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições, no profundo desgosto sofrido por amor de Cristo.”

Ele nos deixa claro o porquê dele se alegrar nas situações mais difíceis de sua vida. Todo sofrimento, toda dor, toda derrota, toda decepção sofrida por amor de Cristo muda todo o sentido das coisas! Paulo consegue ver sua vitória em Cristo, naquilo que seria derrota no mundo! Isso é maravilhoso! Isso nos traz esperança de poder simplesmente aceitar quando formos fracos, quando agirmos de maneira que não nos agrada totalmente, se tudo for conectado à entrega a Cristo Jesus!

    A nossa fraqueza precisa da fortaleza de Deus para que vivamos sempre debaixo da sua vontade! Se vivermos assim, Deus pode vir em nosso socorro nas situações do dia a dia que não conseguimos mudar. Se nos reconhecermos fracos, Deus terá toda a autoridade de agir em nós e aí poderemos viver de maneira fiel.

    Para viver tudo isso você pode sempre contar com a ação do Espírito Santo. Nós não sabemos muitas vezes nem como pedir a Deus. Convido a clamar a graça desse Espírito que te fortalece e vem ao teu auxílio sempre que precisar e pedir.

“Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis.” Romanos 8, 26

    Clame a esse Espírito que venha ajudar, socorrer a reconhecer sua fraqueza, seu limite, sua dependência a Deus! Essa dependência será fundamental para que você viva debaixo da Graça de Deus! Ele sustentará você, e tudo será diferente. Se você se abrir, Deus poderá agir com toda a autoridade em sua vida e a partir daí, tudo mudará!

Deus nos abençoe!

Leila Engels
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.