As ilusões que me roubam de Deus

0
ilusões

As ilusões na caminhada cristã são mais comuns do que imaginamos; mas, antes de te mostrar isso, precisamos entender o que é uma ilusão. Segundo o dicionário, esse seria seu significado: “erro de percepção ou de entendimento; engano dos sentidos ou da mente; interpretação errônea”. Acredito que agora minha missão de te explicar como essas ilusões aparecem em nossa caminhada foi facilitada: quem nunca passou por uma situação onde só percebeu que foi enganado por seus sentidos depois de algum tempo?

Nossa primeira ilusão como cristãos é colocar Deus no lugar de um simples amuleto, que segue nos abençoando em todas as nossas decisões e sempre é o primeiro a levar a culpa se algo der errado. Não estamos preocupados com a vontade Dele em nossas vidas; queremos apenas que Ele venha prestigiar o triunfo gerencial de nossas próprias vidas.

Para você entender melhor o que estou tentando dizer sobre essas ilusões vou te fazer algumas perguntas: você já pensou na sua vocação? Já pensou na sua vocação como uma forma de amar e servir a Deus e não como satisfação própria? Você já se perguntou se está levando a vida que Deus sonhou para você? Se essas perguntas te fizeram se sentir acusado é um indicativo de que você percebe que está controlando tudo em sua vida e não tem deixado Deus ser Deus. Em outras palavras, está envolto em ilusões de uma vida que não está enraizada na realidade.

Ilusões, falta de intimidade com o sacrifício de Cristo 

No evangelho de João 11,55 temos a seguinte passagem: “Estava próxima a Páscoa dos judeus, e muita gente de todo o país subia a Jerusalém antes da Páscoa para se purificar. Procuravam Jesus e falavam uns com os outros no templo: ‘Que vos parece? Achais que ele não virá à festa?’. A Páscoa, que é o memorial da libertação do povo judeu da escravidão do Egito, estava se aproximando, e todos procuravam por Jesus, que já estava ameaçado de morte, pois eles queriam celebrar a liberdade. Jesus vendo seu povo ainda em uma falsa liberdade, em suas ilusões, não ia para a festa da Páscoa, pois estava preparando o banquete do cordeiro para eles; a grande festa estava para acontecer.

Agora me diga, quantas vezes você já preparou toda a festa da sua “liberdade”? Enfeitou a casa com seus sonhos, serviu a mesa com seus planos, convidou apenas os que te agradavam, se vestiu de uma versão sua que não é a real, dançou ao som das suas ilusões, do que é melhor pra você? Ilusões de uma vida sem o sentido profundo da palavra amor: entrega e sacrifício. Sua cristandade está amarrada nas ilusões de parecer apenas bonzinho e não na profundidade de uma busca pela santidade.

            E então você se pergunta: “Ele não vem para a festa?” Jesus, no meio de tantas decisões que você mesmo tomou para sua vida, parece estar distante; a velha sensação de que tudo vai bem, mas ainda assim falta uma felicidade verdadeira. Não é de se espantar, pois o nosso coração foi feito para se dar inteiramente a Deus, e quando controlamos, vamos de fato nos afastando de Deus. Ele não deseja nos ver presos às ilusões que não permitem que a redenção Dele entre em nossas vidas.

            Esses erros de percepção e interpretações errôneas, ilusões, se dão pela nossa falta de intimidade com o sacrifício de Cristo, de reconhecer verdadeiramente que Ele é o Senhor de nossas vidas e que tudo está submetido a Ele. Você e seus planos não serão roubados pela vontade de Deus, muito pelo contrário; seremos abençoados e muito mais felizes à medida que confiarmos todos os nossos planos a Ele, pois é somente Nele que encontramos a verdade, caminho e vida, fora disso tudo não passa de uma ilusão.

         Os sucessos, prazeres que esses mundos podem nos dar são apenas ilusões de uma busca profunda do nosso coração pela eternidade e o amor divinos. Não nos deixemos enganar: Jesus tem um banquete preparado para nós, e somos todos os dias convidados a comungar Seu santo sacrifício para sermos verdadeiramente livres, e, aí sim, participar da grande festa do cordeiro de Deus.

Juntos até o céu!

Tayná Barbosa
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

 

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.