Como alimentar a esperança a partir da Palavra de Deus?

0
esperança

Após um ano cheio de desafios – medo, doença, solidão – considerado por muitos como o ano mais difícil do século, esperança é certamente uma palavra presente nas mentes e nos corações humanos. Esperamos por vacinas contra a COVID, esperamos que a medicina venha ao nosso socorro e a cada notícia promissora é como se enxergássemos um raio de luz em meio a esse momento sombrio que a humanidade vive. Esperamos por dias melhores e essa esperança nos alimenta.

Sabemos que Deus Se manifesta em todas as coisas e, em mistério, está por trás da medicina e de todos os recursos capazes de proteger e curar a humanidade desse vírus, no entanto trata-se de uma esperança meramente humana.

“A Esperança (à que Deus nos chama a viver) é a virtude teologal (dom de Deus), que nos faz desejar como nossa felicidade o Reino dos Céus e a Vida Eterna, pondo nossa confiança nas promessas de Cristo, apoiando-nos não em nossas forças, mas no socorro da graça do Espírito Santo” (cf. CIC §1817). A virtude da Esperança é como uma âncora que firma nossos corações no céu e no desejo da eternidade. Ela nos leva a desejar e a tomar posse daquilo que ainda não temos e não vivemos. Quando esperamos verdadeiramente em Deus, por graça dessa virtude em nós, não dependemos de sinais ou evidências, mas portamos a Esperança que supera qualquer desesperança.

Sustentados pela Esperança através da Palavra

Refletiremos agora sobre alguns exemplos da vivência da Esperança como alimento, pautados na Palavra de Deus.

Deus prometeu a Abrãao: “Farei de ti uma grande nação; eu te abençoarei e exaltarei o teu nome, e tu serás uma fonte de bênçãos” (Gen 12,2). Abrãao deixou sua terra, seguiu o que disse o Senhor. Sua esposa Sara era estéril e o filho da promessa tardou muito a chegar. Porém, ele manteve-se fiel e obediente a Deus contra toda a adversidade, creu como um ato de fé, esperou na promessa e o Senhor lhe foi fiel: “e com paciên­cia, alcançou a realização da promessa” (Hb 6,15).

O Antigo Testamento também narra a história do Povo de Deus que durante séculos esperou pelo Messias, o Salvador. Sofreram lutas, adversidades, até infidelidades, mas não perderam a Fé e a Esperança na Palavra de Deus. Na plenitude dos tempos, Ele cumpriu Sua promessa “e o Verbo Se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1, 14a).

Palavra que nos alcança e alimenta a Esperança em nós

A Palavra de Deus, no entanto, não se limita àquelas pessoas cujos nomes estão escritos nas Sagradas Escrituras. Todos nós somos destinatários da Palavra e das promessas de Deus. Através da Revelação Divina, Deus deseja falar a cada um de nós. Faça uma leitura orante de uma passagem bíblica e Deus Se comunicará com você. A Palavra de Deus é sempre viva, eficaz e ela não se limita ao tempo e ao espaço.

Nas realidades do cotidiano, nas adversidades, nos momentos de aflição, seja qual for a situação, alimente-se da Palavra de Deus, espere n’Ele e tenha a ousadia de fazer um ato de fé! Deus é fiel e Ele prometeu que permaneceria sempre junto a cada um de nós e que tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo os seus desígnios” (Rm 8,28).

Ancorados no céu, pela virtude da Esperança, sigamos com os pés na terra, mas com os corações na Eternidade. Não ajunteis para vós tesou­ros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração.” (Mt 6, 19 – 21)

Que o Bom Deus nos abençoe!

Adriane Luz
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator 

 

 

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.