Você sente que te falta algo?

0
falta

Você já experimentou uma sensação de vazio, de falta de sentido de vida, talvez até sensações físicas como palpitações e crises de ansiedade? Sente que te falta algo, mas não sabe muito bem nomear ou identificar o que te falta?

Hoje venho falar com você que está passando por esse vale de sombras e procura uma luz no fim do túnel.  Já teve a experiência de almejar algo e conseguir alcançar, e ainda que seja com muito custo, suor e trabalho, não sente no peito a sensação de realização perene, mas apenas uma breve alegria, momentânea e passageira?

Em nossas vidas encontramos muitos prazeres, e o mundo é um lugar cheio de convites e oportunidades para satisfazer nossos desejos. Seja nas pessoas, nas coisas ou na comida, podemos sempre afogar as mágoas e as tristezas num desses prazeres. Mas depois de um tempo com uma breve sensação de satisfação, parece que o buraco e o vazio no coração se tornam cada vez maior.

Muitos filósofos, desde a antiguidade, refletem sobre a questão do bem, buscado pelo ser humano. Toda pessoa deseja ser feliz. O que é felicidade para você? Cada pessoa pode ter sua resposta. Num mundo tão relativista, alguns desavisados podem achar que a resposta da felicidade é algo muito subjetivo.

Tenho uma ótima notícia! A busca eterna do homem pela felicidade tem sim uma resposta. Tanto Aristóteles quanto Santo Tomás de Aquino concordam que a felicidade é a busca do sumo bem, do melhor bem que possa existir, porque existem variados bens, de diversos níveis. Bens inferiores e bens superiores. Qual seria o sumo bem?

 Aristóteles conclui que o sumo bem só pode ser alcançado através da vida contemplativa, através da utilização da maior capacidade do ser humano: a razão. Na razão reside a inteligência e é aí também que está o espírito do homem.

Quando a pessoa consegue, através da razão, ter o domínio de si, não se deixar levar pela vontade da carne ou pelas sensações e sentimentos, ela está no caminho para encontrar a felicidade e o sumo bem.

Pode parecer algo muito filosófico e no mundo das ideias, mas não é. Se pararmos para raciocinar que nenhum vício ou acontecimento exterior pode nos escravizar ou nos tirar do controle de nós mesmos, porque conseguimos raciocinar corretamente sobre a realidade e respondê-la de modo coerente, achamos a chave que abre a porta para a felicidade.

É através da vida contemplativa e da meditação, estudando e fazendo com que nosso espírito se abra à verdade, que podemos encontrar a felicidade.

Santo Tomás de Aquino, doutor da Igreja, através das ideias de Aristóteles, chegou à resposta de como encontrar a felicidade. A felicidade, segundo Tomás de Aquino, consiste na operação especulativa da inteligência pela virtude da sabedoria conduzida até a contemplação da verdade.

Jesus, nos diz claramente: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida.” (Jo, 14,6).

A igreja nos ensina a ser felizes. Cristo é nossa alegria e felicidade. A busca pela verdade é o caminho da felicidade. O encontro com a verdade é a própria felicidade.

Muito triste saber que o mundo pensa que a verdade é relativa. Quantas vezes ouvimos ou até mesmo chegamos a dizer isso? É isso que o mal quer que pensemos. Que a verdade não existe. E nesse caminho, cada vez mais almas se perdem e se afundam no seu abismo interior.

O que fazer para preencher o vazio que sinto?

Busque a Deus, que se deixa encontrar. “Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em Ti.” Essa frase de Santo Agostinho revela que a busca do coração dele só encontrou descanso em Deus. Assim também será para você que lê esse artigo.

A Igreja nos ensina muitas maneiras de buscar a Deus: através das orações, dos sacramentos, principalmente da confissão e eucaristia, da adoração… Contemple a verdade da hóstia consagrada. Você será liberto e curado de muitas tristezas, solidão e traumas. A vida e o coração humanos foram marcados para buscar Deus e apenas Nele encontrar a felicidade. Nada, nem ninguém, poderá preencher o lugar que é de Deus.

Que você consiga trilhar seu caminho rumo ao céu sendo feliz!! Só encontrando a felicidade interior poderemos contemplar face a face a Deus. Reze por mim, eu rezo por você.

Thaís Casarini
Discípula da Comunidade Católica Pantokrator 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.