Home Artigos Pantokrator Fé: Olhar além das evidências

Fé: Olhar além das evidências

-

Já esteve em um momento de provação, em meio a um problema que parece sem solução, onde todas as evidências te fazem acreditar que está em um túnel escuro, onde parece não enxergar a saída?

A palavra de Deus vem ao nosso socorro para clarear nossas ideias. Este é um versículo que uso muito no meu cotidiano, principalmente em momentos onde as evidências querem me convencer de que Deus me abandonou: “Aliás, sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Rom 8,28). Em meio às nossas correrias, em meio aos nossos problemas sem solução, devemos parar e refletir: de que forma tenho escolhido crer? Tenho olhado com fé todas as situações da minha vida? Quando na Palavra São Paulo nos diz que todas as coisas concorrem para o nosso bem, temos a noção de que “todas as coisas” incluem também as lutas travadas dentro de um momento de provação? 

Diante de uma situação de desemprego, doença e tantas outras provações, pedimos a Deus que realize um milagre em nossas vidas, que intervenha e nos arranque de tal situação. O que muitas vezes não nos damos conta é que o milagre que Ele realmente quer realizar é a cura da nossa visão. Isso mesmo, Ele quer que enxerguemos além das evidências, quer aumentar a nossa fé enquanto caminhamos no túnel, mesmo sem enxergar o fim.  Já ouviu o ditado popular: “dá o passo que Deus coloca o chão”? Então, isso é fé! “A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê.”(Hb11,1).

A fé é essa virtude maravilhosa que nos faz ir além das evidências, dos sentimentos e dos fatos

A verdade nua e crua é uma só: sem fé nenhum sinal será suficiente, não conseguimos enxergar nem um palmo diante dos nossos olhos, paralisamos, desconfiamos e desanimamos, e então perdemos a graça de Deus que cuida de nós em todos os detalhes: “Considerai os lírios, como crescem; não fiam, nem tecem. Contudo, digo-vos: nem Salomão em toda a sua glória jamais se vestiu como um deles. Se Deus, portanto, veste assim a erva que hoje está no campo e amanhã se lança ao fogo, quanto mais a vós, homens de fé pequenina!” (Lc 12, 27-28).

O Papa emérito Bento XVI em uma das suas catequeses no ano da fé disse: “A fé é um confiante confiar em um ‘Tu’, que é Deus, o qual me dá uma certeza diversa, mas não menos sólida daquela que me vem do cálculo exato ou da ciência”. A fé, prosseguiu o Santo Padre, não é “um simples consentimento intelectual do homem e da verdade particular sobre Deus; é um ato com o qual confio livremente em um Deus que é Pai e me ama; é adesão a um ‘Tu’ que me dá esperança e confiança”.

Crer e Confiar

Escolher crer e confiar é um grande passo para aumentar a nossa intimidade com Deus, como uma criança que confia no pai e se lança nos seus braços. Deus é esse pai. Aliás, Ele é o Pai, e muito melhor do que pedirmos que nos tire da provação, é nos deixarmos ser conduzidos por Ele, permitir que nos eduque, nos ensine; Ele tem sua pedagogia própria com cada um de nós, e sabe quanto tempo é necessário para o nosso aprendizado. É nesse período que a salvação da nossa alma é construída.

Deus consegue tirar um bem do que julgamos fracassos; quando nos sentimos derrotados, Ele nos faz enxergar Sua vitória, quando diante de todas as evidências desanimamos, Ele nos segura pela mão e nos ensina a andar novamente, quer caminhar conosco, quer que sejamos íntimos.

Intimidade

A intimidade verdadeira nos leva à confiança total em Deus, e é essa confiança que serve de remédio para toda desconfiança, toda dúvida de que Deus cuida de nós. Essa foi a grande descoberta de Santa Teresinha, que tinha total consciência de sua impossibilidade de ser forte diante de Deus e se abandonou confiantemente na vontade do Pai. Para a mestra da pequenez, a resposta está no caminho, simples e seguro.

“Assim como o sol ilumina ao mesmo tempo cedros e cada florzinha, como se ela fosse única sobre a terra, assim Nosso Senhor se ocupa particularmente de cada alma como se não houvesse outra igual. Como, na natureza, todas as estações são determinadas de modo a fazer desabrochar, no dia marcado, a mais humilde margarida, assim tudo corresponde para o bem de cada alma.” (História de uma alma – Manuscrito A n.7)

Que felicidade a nossa quando entendemos que Deus nos ama gratuitamente e que somente a fé nos levará à total confiança em Seus planos! É libertador!

Desígnios de Deus

O Senhor tem um projeto para cada um de nós, não podemos nos esquecer disso nem duvidar. Ao contrário, creiamos que Deus é poderoso para concretizar Seus desígnios a nosso respeito; basta confiarmos e a graça acontece no tempo certo.

Desafio você a dar um passo, sem medo, confiando que o Pai caminha com você. Faça agora mesmo um ato de fé: “Sim, Senhor, eu creio, mas aumenta a minha fé. Me ajuda, Pai, a segurar firme nas Suas mãos, submeter-me à Sua vontade, decididamente. Que eu seja um homem, uma mulher de visão, capaz de crer e confiar além das evidências!”

Mônica Laura dos Anjos Tavares de Andrade
Discípula da Comunidade Católica Pantokrator

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×