Saia da praia das suas vontades

0
vontade

Escute aqui a transcrição dessa matéria

Quando permanecemos na praia de nossas vontades, ao pararmos na areia, ficamos diretamente expostos ao sol, onde sentimos calor, além de também sentirmos fome e sede.

Quanto mais sede, fome e calor sentimos, mais queremos ter nossas vontades atendidas e assim não temos condições de alimentar as pessoas que estão ao nosso redor, pois nem sequer voltamos nosso olhar para elas.

Pode ser até gostoso ficar parado na areia da praia contemplando a beleza do mar, mas acontece que quando ficamos parados ali, observando o mar, muitas vezes não queremos ser incomodados por ninguém e isso pode fazer de nós pessoas egoístas. 

Ao contrário disso, quando temos a coragem de entrar no mar da vontade de Deus, alcançamos o banquete (,) que mata a nossa fome, sacia a nossa sede e alivia o calor que antes sentíamos.

Diante do banquete, quando deixamos de lado as nossas vontades de permanecer na praia, temos condições de partilhar o banquete com as pessoas que estão ao nosso redor e também precisam de alimento.

Enquanto na praia das nossas vontades se encontram, por exemplo, nossos sonhos, objetivos pessoais, profissionais; no mar da vontade de Deus, se encontram os sonhos Dele para as nossas vidas e o que Ele quer de cada um de nós!

O banquete que Deus tem reservado para nós é bem maior do que podemos imaginar, pois Ele, em Sua infinita bondade, quer nos dar muito mais do que gostaríamos. E mais do que isso, Ele quer nos dar o melhor, ao mesmo tempo que espera também o nosso melhor, o melhor que podemos dar aos outros. Porém, quando estamos parados na praia das nossas vontades, não temos consciência disso, por estarmos voltados para nós mesmos.

O fato é que Deus é magnânimo e Ele espera que nós, como Seus filhos, alcancemos também a magnanimidade. Ele nos quer magnânimos na capacidade de amar e na liberdade de abraçarmos a Sua vontade para as nossas vidas!

Se ao chegar aqui, você percebeu que se encontra na praia, saia da praia das suas vontades e tenha a coragem de encarar o mar que (é) vai além daquilo que você pode enxergar.

A beleza do mar da vontade de Deus

A beleza do mar da vontade de Deus pode ainda ser contemplada (,) quando temos a coragem de nos lançar e quando nos deixamos ser conduzidos por suas ondas, ainda que não saibamos nadar. 

Por fim, a beleza do mar vai muito além daquilo que podemos contemplar (ou) , até mesmo quando já nos tendo lançado nele, pois nem sempre podemos enxergar o que se encontra no fundo do mar, onde se encontram as pérolas mais preciosas. 

Da mesma forma acontece com a vontade de Deus em nossas vidas, pois nem sempre são facilmente contempladas. 

Que você possa contemplar a beleza do mar da vontade de Deus em sua vida, permitindo que Ele te surpreenda em cada passo dado.

Que o Espírito Santo te conduza para o mar da vontade de Deus e que com o Seu auxílio, você possa um dia chegar no fundo do mar, contemplando assim todas as maravilhas que Deus tem reservado para você!

Deise Castro
Discípula da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

catorze + quatro =