Vença seus medos

1

Quais são seus medos?!

Talvez você não tenha se dado conta dos seus maiores medos até alguns dias atrás, mas os tenha reconhecido com a chegada do Corona vírus no Brasil ou no país no qual você se encontra.

Quais os medos com os quais você tem se deparado?

Medo da morte?

Medo de ser infectado?

Medo de perder um ente querido?

Medo do que virá pela frente?

Medo de ficar muito tempo sem receber a sagrada eucaristia e até mesmo de cair no pecado?

Quais são seus medos?!

Saiba que, por maiores que sejam seus medos, por mais que você se perceba apavorado, Deus está com você e Ele te dá forças e capacidade para enfrentar cada um deles!

Deus sabe exatamente quais são os seus medos, ainda que você não os assuma, pois Ele te conhece e perscruta o seu coração.

Confie em Deus, mesmo diante dos maiores desafios que você vê pela frente e não permita que seus medos te paralisem.

Saiba ainda que é possível vencer cada um deles com o auxílio divino!

Recorra ao Espírito Santo e peça a Ele que te cure e liberte de seus medos.

Muitas vezes não nos preocupamos com nossos medos, pois pensamos até que alguns deles são agradáveis aos olhos de Deus. Mas ainda que seus medos sejam considerados por você como lícitos e que seus pavores sejam ligados às suas respostas de santidade, você precisa vencê-los em Cristo, até porque os medos podem nos roubar de Deus, nos levando para um caminho de desconfiança e revolta com Ele.

Que seus medos não te afastem de Deus

Não permita que seus medos te afastem do coração do Pai, nem que roubem a paz do seu coração.

Você já parou para pensar que Deus talvez tenha nos permitido passar por este tempo de grande combate espiritual para que possamos dar exatamente uma resposta de confiança à Ele?!

Que em meio aos seus medos, e em especial neste tempo de pandemia, você se apoie nas promessas de Deus para a sua vida: 1”Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo, que moras à sombra do Onipotente,2dize ao Senhor: Sois meu refúgio e minha cidadela, meu Deus, em que eu confio.3É ele quem te livrará do laço do caçador, e da peste perniciosa.4Ele te cobrirá com suas plumas, sob suas asas encontrarás refúgio. Sua fidelidade te será um escudo de proteção.5Tu não temerás os terrores noturnos, nem a flecha que voa à luz do dia,6nem a peste que se propaga nas trevas, nem o mal que grassa ao meio-dia.” (Sl 90, 1-6)

Confie em Deus, reconheça-o como seu Pai e creia que Ele está no controle de tudo, para que o inimigo não roube a sua paz.

Entregue seus medos a Cristo e permita que Ele cure o seu coração de toda desconfiança, para que assim Ele possa reinar em sua vida.

E ainda, clame o Espírito Santo, para que Ele te dê forças para seguir em frente neste caminho de confiança, te curando e libertando até mesmo dos medos que você traz de forma inconsciente.

Viva de forma que agrade o coração de Deus, confiando em Sua Misericórdia e em Seu Amor, para que desta forma todo o mal seja aniquilado e se mesmo em meio ao caminho de perseverança você vier a cair ou descobrir novos medos, não desista nem se sinta envergonhado de voltar para os braços do Pai.

Talvez muitos de nós cristãos católicos, aos sermos privados de receber a Eucaristia, nos deparemos com medos que não sentíamos há muito tempo, medos que até nos remetem à vida velha, mas ainda que você se sinta tentado nesse aspecto, não deixe de fazer memória das suas experiências vividas com Deus a partir do seu processo de conversão, para que nada daquilo que Deus fez até aqui se perca.

Vença seus medos

Além do seu esforço pessoal e da ajuda de Deus, saiba que Deus também tem colocado pessoas em sua vida, que podem te ajudar a enfrentar seus maiores medos e a vencer os desafios que muitas vezes são necessários.

Até mesmo em meio a essa pandemia, quanto idosos, por exemplo, vivem sozinhos e não teriam com quem contar se não fossem pessoas generosas que se dispõe em ajuda-los?

Aproveito para partilhar brevemente uma experiência vivida há alguns meses atrás, onde me vi com medo de passar por vários obstáculos que humanamente não me sentia capaz. Mas ao me decidir por confiar em pessoas que Deus colocou em meu caminho e da mesma forma, me decidindo em ajudá-las, percebemos juntas, com a graça de Deus, que conseguiríamos enfrentar nossos medos, o que de fato aconteceu. No final, nos surpreendemos com a nossa capacidade de vencer cada obstáculo e também com a nossa capacidade de ir além do que pensávamos ser nossos limites, sem contar que tivemos a oportunidade de ajudar um ao outro, ao mesmo tempo em que buscávamos com a ajuda de Deus, através da oração, que com certeza nos sustentou, principalmente em meio às situações mais difíceis.

Quando, em nossa generosidade, nos vemos capazes de ajudar os outros a superarem seus medos, percebemos em nós uma capacidade maior para enfrentar os nossos próprios medos.

Que neste tempo, em meio às descobertas de nossos medos e de novos medos, que os medos mundialmente coletivos não nos distanciem do coração do Pai, mas ao contrário, que através dos nossos medos, ao reconhecermos o nosso nada, nos sintamos ainda mais necessitados e dependentes d’Ele e de Sua Misericórdia que nos sustenta e alimenta a cada dia!

Que eles não nos paralisem e nem tirem de nós os gostos pelas coisas do Céu, mas ao contrário, que a partir deles, possamos voltar sempre para os braços do Pai, que nos acolhe!

Que Deus nos dê um coração cada vez mais generoso para que possamos não somente vencer os nossos medos, mas para que com Sua ajuda tenhamos também a sabedoria e discernimento necessário para encorajarmos aqueles que mais precisam de nós neste momento em especial.

Deise Castro
Discípula da Comunidade Católica Pantokrator

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

20 − catorze =