Home Artigos Pantokrator Você já sorriu hoje?

Você já sorriu hoje?

-

Você já sorriu hoje? Parece uma pergunta simples que a maioria responderá com firmeza: “sim, eu já sorri hoje.” Porém, será que esse sorriso foi autêntico? Ou será apenas fruto de uma rotina diária que todos nós possuímos? A verdadeira alegria de Cristo nos faz sorrir nos momentos ruins e nos momentos bons da vida. Sorrir quando a vida não está indo bem, não faz de você uma pessoa fria, calculista, irônica, ao contrário, revela a genuína alegria que vem de Cristo.

“O sorriso pode ser, verdadeiramente, o sinal que permite aos demais reconhecer um cristão.”

  1. K. Chesterton, em seu livro Ortodoxia, diz: “A seriedade não é uma virtude. Seria uma heresia, mas uma heresia muito mais sensata, dizer que a seriedade é um vício. É na verdade um lapso ou tendência natural a levar-se muito a sério, porque é a coisa mais fácil de fazer. Pois a solenidade flui dos homens naturalmente; mas o riso é um salto. É fácil ser pesado, é difícil ser leve. Satanás caiu devido à força da gravidade”.

Deixar o mundo derrubar você, colocá-lo pra baixo, fazer você sentir aquele peso nas costas é muito fácil, porque nos deixamos ser vencidos pelo cansaço, pela tristeza e pela apatia, entretanto, para se manter leve, é necessário que você lute contra o cansaço, a tristeza e a apatia. Não digo que seja fácil, muitas vezes, precisamos viver um momento de tristeza, é lícito o descanso, e não raro, nos sentimos apáticos. O problema não está em sentir-se desse modo, e sim, permanecer desse modo, pois o autêntico cristão nunca cessará de lutar até alcançar o céu. É importante, meu irmão, que nós, você e eu, lutemos com todas as nossas forças contra todo mau humor e tristezas, e então, veremos que sorrir ficará muito mais fácil que se deixar abater por todas as coisas ou circunstâncias que nos tiram a vontade de sorrir.

Não tem como falar sobre sorrir e não mencionar Santa Teresa de Calcutá. Em 1979, com um sorriso alegre no rosto, ao receber o prêmio Nobel da Paz, sugeriu o seguinte a todos: “Sorriam uns aos outros, dediquem tempo para estar juntos com as suas famílias. Sorriam mutuamente”. O sorriso certamente é o sinal que permite reconhecerem um cristão. O bom humor é uma fagulha do amor de Deus, é a principal essência de uma boa evangelização, e só conseguiremos passar a sincera alegria se soubermos viver essa liberdade de ser de Deus, de buscar viver o amor com Ele e para Ele, e assim, sorrir não somente por hábito, mas por um real reflexo daquilo que o nosso coração está cheio.

No capítulo 8, versículo 10 do livro de Neemias, ele diz: “Ide para as vossas casas, fazei um bom jantar, tomai bebidas doces, e reparte com aqueles que nada têm pronto; porque este dia é um dia de festa consagrado ao nosso Senhor; não haja tristeza, porque a alegria do Senhor será a vossa força.” Se você sorriu ao ler esse versículo, meu irmão, tenha a certeza, de que a alegria do Senhor é a sua força; e se você tem essa força, para não dizer ser uma obrigação, é fundamental, em sua liberdade, partilhar dessa alegria pura com todos aqueles que cruzarem o seu caminho: em casa com sua família; no trabalho, e não apenas para os colegas, como aos que se aproximarem, caso lide com o público; na faculdade; na igreja; com os irmãos de Comunidade e em qualquer outro lugar que você frequente, sorria, demonstre essa alegria que vem de Deus, para que Ele possa, através do seu sorriso, alcançar àqueles que precisam simplesmente de um belo, alegre e feliz sorriso, que o remeterá ao amor de Deus.

O sorriso de Deus e a alegria com a qual o Criador contempla cada uma de suas criaturas deve ser o fundamento sólido da serenidade e da paz em cada um de nós. Deus Pai nos ama como somos, isso já é motivo suficiente para que possamos sorrir a todo o momento. Ele nos ama, ainda que você não queira amá-lO de volta.

Bento XVI, em uma entrevista a representantes de canais televisivos alemães e da rádio do vaticano, em preparação para a viagem à Alemanha, disse: “Saber ver o aspecto divertido da vida e a sua dimensão alegre e não viver tudo tão tragicamente, e diria que isso é necessário também no meu ministério. Um escritor disse que os anjos conseguem voar porque não consideram a si mesmos com demasiada seriedade. E também nós talvez pudéssemos voar um pouco mais, se não déssemos tanta importância a nós mesmos.”

Preocupar-se com tudo tornará sua vida mais amarga e não lhe trará benefício algum, ao contrário, trará estresse, dor de cabeça, tensões musculares e irritações com pessoas próximas; fará com que você não queira sorrir, por isso eu lhe digo: bateram no seu carro? sorria; pisaram no seu pé? sorria; acabou o gás? sorria; a resistência do chuveiro queimou? sorria.  Em todos os momentos, bons ou ruins, sorria e seja grato ao amor de Deus. A Oração Eucarística II confirma: “Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-Vos graças, sempre e em todo lugar, Senhor…” Sem contar que de tudo que a nós pareça um mal, Deus sempre tira um bem maior.

Que pela intercessão de Nossa Senhora do Sorriso, aquela que na alegria da fé amou seu Filho e o fez sorrir ao sentir o colo e o amor de Mãe, cure-nos de nossas tristezas e nos ensine a sorrir sempre para os Seus filhos, nossos irmãos, pois na tristeza não há utilidade alguma.

Que possamos levar a alegria do amor de Deus a todos os que cruzarem nossos caminhos. Amém.

E você? Já sorriu hoje?

Renato Olegario 
Engajado da Comunidade Católica Pantokrator 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×