Como evangelizar, sem sair de casa?

0
evangelizar

Evangelizar nem sempre é o sair da sua casa, do seu lar, mas sim sair do seu lugar, da posição onde você se encontra. Ir, buscar, anunciar.

O mundo está sedento de Deus, ainda mais com toda essa crise de pandemia, pessoas feridas externa e internamente, pessoas tendo perdas, sepultando famílias, parentes e amigos. Os filhos de Deus se encontram feridos (as) e Deus precisa de nós, – precisa de você! – para que essas pessoas sejam salvas, sejam acolhidas, sejam mergulhadas na misericórdia Dele.

“Disse João: eu vos batizei com água, Ele, porém, vos batizará no Espirito Santo” (Mc 1-8.)

Caro, leitor, João Batista, pregava o evangelho, e a remissão dos pecados.  Já lhe havia acontecido um encontro com Jesus, e tinha sido batizado tanto na água, quanto no Espírito Santo. Todo batizado, é chamado, assim como João Batista, a anunciar Jesus. A imersão do Batismo é o começo, mas o saborear do Espírito, e a efusão Dele, têm que acontecer nas nossas vidas, logo depois.

Portamos a graça do Espírito Santo assim que O recebemos no batismo. Ele é como uma semente que vai crescendo, frutificando, tornando-se forte, e grande em nós, a partir do momento em que O buscamos e deixamos ser conduzidos por Ele.  Se deixarmos, Ele nos levará a lugares que jamais imaginamos, e, por vezes, sem sair de nossas casas. Quer saber como? Venha comigo nessa descoberta.

Mas eu não sei evangelizar! E agora como farei?

Quando falamos em evangelizar, logo imaginamos alguém pregando em igrejas, grupos de orações, lembramo-nos dos padres e dos santos, e nos colocamos em uma posição de que esse chamado não é para gente. Vitimamo-nos, e aderimos limites que nos impedem de agir.

Tenho uma boa nova para te dar!
Fique tranquilo, não é você quem faz! É Deus. Mesmo Ele sendo um Deus tão grande, Ele Se coloca em querer usar você, mesmo com as suas fraquezas, processos, medos e fragilidades. Ele faz questão de te chamar, e te colocar a prosseguir.

Deus necessita de você agora! Ele te ama, e te quer como filho (a) amado(a) Dele. Você só precisa dizer o seu Sim! Lembre-se da Virgem Maria, não sabia que um anjo iria aparecer para ela, muito menos que ele iria propor a ser mãe do filho de Deus. Mesmo assim, ela se colocou a escutar o que Ele tinha a dizer, sem saber como tudo iria acontecer, ela disse: Faça-se! A promessa se cumpriu.

Necessitamos nos colocar sobre o dom da escuta do Espírito, pedir a Deus que nos conduza a ser impelido por Ele, e, mesmo diante de todos os acontecimentos externos e internos, que tenhamos coragem de nos colocar à disposição, para que a graça aconteça através de nós.

Não tenhais medo!
Nesse exato momento Jesus não somente te escolhe, mas também te envia.

Aceitando o dom, entendendo a missão.

No começo do capítulo 10 do Evangelho de São Mateus, Jesus escolhe os 12 apóstolos, e os envia, dando-lhes o poder de expulsar os espíritos imundos, curar toda a enfermidade e curar de todo o mal. Ele diz: “Anunciai que o reino dos céus está próximo, curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos. Recebestes de graça, de, graça daí”. (Mt 10,8)

Jesus te chama, a desenvolver esses dons, assim como chamou os discípulos. Ele te convida a não guardar os seus dons, mas a colocá-los em prática no seu dia a dia, ou seja, na sua missão. Todos nós temos uma missão no mundo diante dos olhos de Deus, mas para descobri-la, precisamos, como eu disse, nos colocarmos a escutar e dizermos o nosso sim.

Coloque-se em oração e peça a Deus que lhe revele os dons do Espírito Santo. Que Ele inunde o seu ser, que você tenha um encontro pessoal com Ele, e que juntos alcancem o mundo, as almas necessitadas.

Ai de mim, se eu não evangelizar! “Ide a todo mundo e pregai o evangelho” (Mc 16,15)

Estamos no meio de uma pandemia, e precisamos, enquanto ela não acaba, nos cuidar, e cuidar do próximo, mas isso não quer dizer que somente com água, sabão, álcool e distanciamento; precisamos chegar, onde esses protocolos não chegam: nos corações das pessoas.

No simples ato de escutar uma pessoa que necessita, seja por WhatsApp, pessoalmente, ligação, e acolhendo o que aquela pessoa tem a dizer, você já estará evangelizando. Lembre-se de que você porta o Cristo, e agindo assim, estará sendo Cristo para ela. Isso vale também para ocasiões como perdas, depressões, pânicos; só de você se preocupar com essa pessoa e se colocar à disposição, você evangeliza.

Há outros meios de evangelizar que passam por nós desapercebidos. Mexemos muito nas redes sociais, mas não somos capazes de compartilhar posts de fé, mensagens de esperança, lives católicas, encontros, orações…  Enfim, temos uma infinidade dessas coisas diante dos nossos olhos, mas não enxergamos, estamos cegos. A pandemia veio e nos distanciou, ao invés de nós aproximar. Necessitamos ressignificar.

 Famílias isoladas, pessoas que não podem ou não querem mais ir a igrejas, ainda estão com medo, assustadas, porque estão com o olhar no exterior, e com isso não conseguem enxergar, Aquele que pode Tudo isso solucionar. E onde estamos diante disso? Onde você está? Essas pessoas não podem ir, mas você é a igreja, eu sou a igreja, então nós precisamos não somente ir, mas chegarmos até elas.

Você porta o dom da oração, da intercessão, reze por elas! Você porta o dom da escuta, escute-as, você porta o dom do conselho, dê-lhes a oportunidade de falar. Você, com certeza, tem uma rede social, anuncie, escreva, deixe uma mensagem de esperança, de alegria, seja o amor diante dessas pessoas, você porta a graça, você porta o dom.

Eu não sei você, mas quando eu amo muito uma pessoa, eu não consigo guardá-la somente para mim. Eu quero contar dela para outras pessoas, eu quero rir, quero dançar, quero me expressar, porque o que ela causa em mim através da presença dela, não cabe somente no meu interior, então eu necessito colocar para fora.

Caro, leitor: eu me comporto assim, desde o dia que tive o meu primeiro encontro com Jesus. Eu não consigo guardá-Lo, eu necessito falar Dele, levar o Seu amor para outras pessoas, mesmo que esse levar às vezes seja no conforto da minha casa, ou, por vezes, portando companhias, ser somente o Cristo, sem falar. De todas as maneiras, eu necessito evangelizar.

Ai de mim, se eu não evangelizar! Eu O conheço, e não tenho o direito de reter isso só para mim, o mundo precisa saber, as pessoas necessitam ouvir. Que Cristo morreu por mim, por elas, e dá a vida Dele para cada um de nós. Que Ele é um Deus presente, amoroso e que anseia por cada um de nós

É isso que eu desejo a você! Que Cristo faça não somente hoje, mas todos os dias na sua vida, na vida daqueles que você tocar e cada vez mais descubra a graça de anunciar, de se deixar ser usado por Ele e através Dele conseguir salvar almas.

Que Deus o abençoe. “Ide e pregai o evangelho”

Carla Gaspar
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.