Deus não me abandona!

0
abandona

Você não vai se encontrar com o Deus que nunca te abandona se nunca se sentir abandonado. Essa frase veio ao meu coração em um momento de oração, quando eu me sentia completamente perdida, tudo à minha volta parecia estar contra mim e tudo estava dando errado.  Podemos até pensar ser uma contradição dizer que nos encontramos com o Deus que não nos abandona em uma situação que realmente nos sentimos abandonados.

No livro de Isaias 49, 15, o profeta nos diz: “Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca”. Claramente vemos que o Senhor não nos abandona, pois Ele não se esquece de nós, ainda que nossa mãe se esquecesse. Dentro de toda a história do povo de Deus conseguimos tocar essa verdade: Ele sempre ouviu as súplicas, sempre zelou e buscou seus filhos.

Acontece que nós somos marcados pelo pecado e, quando menos esperamos, estamos longe da presença de Deus. Precisamos sempre nos lembrar da verdade de que Deus é imutável. Ele não pode “mudar de ideia”, pois Ele é perfeito, não erra e, se Ele, na sua palavra, nos prometeu nunca nos abandonar, isso será cumprido. Mas o homem, ao contrário, é extremamente mutável, sempre oscilante na sua desordem e imaturidade. O sentimento de abandono vem como um sinal, ao nosso coração, de que nós estamos deixando Deus para trás.

Então por que eu me sinto abandonado?

Pare pra pensar em todas as vezes que se sentiu assim e faça uma análise de como estava seu coração naquele momento. Você estava em comunhão com Deus ou estava tentando fazer tudo do seu jeito? Deus não nos abandona, mas Ele não nos obriga a viver a vontade Dele em nossas vidas. O vazio e o medo que sentimos nesses momentos é porque sabemos que estamos andando por um caminho contrário ao que somos chamados.

Assim, quando tomamos consciência da nossa fuga e das nossas instabilidades, nos sentimos abandonados, pois estamos distantes da vontade de Deus, mas não do seu olhar. Como Adão, que se esconde no paraíso após comer o fruto proibido. Mas Deus sabe onde ele está, conhece o coração de Adão e pergunta: “Adão, onde estás?”. Como um pai que vai até o filho machucado e diz: “deixa-me ver onde está a tua feriada, mostra-a para mim”. Então Ele se revela nosso senhor e nos cobre com seu perdão. Mas para isso precisamos nos reconhecer perdidos, nus diante do pai.

O mundo nunca vai nos bastar, sempre irá faltar algo em nosso coração; quando mais precisamos, todos viram as costas para nós. Mas Deus nesse momento se revela como o Rei de nossas vidas que está ao nosso lado desde toda a eternidade. É por isso que só nos encontramos com o Deus que não nos abandona quando nos sentimos rejeitados e abandonados por todos. Pois Ele age quando para nós não existe mais saída, quando permitimos que Ele venha e nos tome nos braços para cuidar do nosso coração ferido pelo pecado. Não precisamos ser sozinhos, Deus é por nós.

Juntos até o céu!

Tayná Barbosa
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.